Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6990
Title: Pesquisa do HBV-DNA em doadores de sangue com diferentes perfis sorológicos para hepatite B
Authors: BARROS, Emanuelle Antonino
Keywords: Hepatite B; Doadores de sangue; Anti-HBc; Anti-HBs; HBV-DNA
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Antonino Barros, Emanuelle; Rosângela Cunha Duarte Coêlho, Maria. Pesquisa do HBV-DNA em doadores de sangue com diferentes perfis sorológicos para hepatite B. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Testes sorológicos para detecção do HBsAg e anti-HBc são realizados em doadores de sangue para evitar a transmissão da hepatite B. No entanto, a maior causa de rejeição nos hemocentros é a detecção do anti-HBc, que provoca ausência de doadores e descarte de bolsas de sangue, o que aumenta os custos nos bancos de sangue. Mas, pesquisas mostram que doadores anti-HBc positivo com ou sem o anti-HBs, podem continuar replicando o vírus e transmitir a infecção aos receptores dos hemocomponentes. Outros estudos mostram que doadores HBsAg/anti-HBc positivos na fase crônica podem conter quantidades de HBV-DNA muito baixas e não ser detectado por testes moleculares. Ainda existe um risco de transmissão que ocorre se o doador estiver na fase inicial da infecção, antes da detecção do HBsAg e que pode ser evitado pesquisando-se o HBV-DNA. Testes para detecção de ácidos nucleicos (NAT) do HIV, HCV e HBV em doadores de sangue já ocorre em alguns países, e no Brasil, está em fase de implantação para o HIV e HCV. Os objetivos deste estudo foram: pesquisar o HBV-DNA em doadores de sangue anti-HBc positivo da Fundação HEMOPE com e sem o anti-HBs, determinar a carga viral nos doadores HBsAg/anti-HBc positivo e estimar a frequência de positividade do HBV-DNA nos diferentes perfis sorológicos no período de junho de 2009 a fevereiro de 2010. Trezentos e vinte doadores anti-HBc/anti-HBs positivos, 39 HBsAg/anti-HBc positivos e 41 anti-HBc positivo isolado participaram do estudo. A pesquisa do HBV-DNA foi realizada pelo teste qualitativo de nested-PCR e a quantificação pelo teste AMPLICOR HBV MONITOR (ROCHE). Os resultados mostraram que o HBV-DNA não foi detectado em nenhum doador anti-HBc/anti-HBs positivos e anti-HBc positivo isolado, sendo quantificado em 64% dos HBsAg/anti-HBc positivos. Esses resultados sugerem que com a utilização de uma técnica mais sensível, aumentaria a possibilidade de se detectar o HBV-DNA em um número maior de doadores. Além disso, a substituição do teste do HBsAg pela detecção do HBV-DNA, requer cautela e novos estudos. No entanto, o HBV-DNA é um marcador útil para detectar a infecção na fase de janela imunológica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6990
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Medicina Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1040_1.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.