Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6978
Título: Estudo sobre aspectos gerenciais do pregão: uma análise gerencial de sua utilização pela Administração Pública do Estado de Pernambuco
Autor(es): José de Alencar, Eduardo
Palavras-chave: Compras públicas;Licitação;Pregão;Avaliação gerencial do pregão
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: José de Alencar, Eduardo; Francisco Ribeiro Filho, José. Estudo sobre aspectos gerenciais do pregão: uma análise gerencial de sua utilização pela Administração Pública do Estado de Pernambuco. 2006. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Gestão e Pública p/ o Desenvolvimento do Nordeste, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Este trabalho tem como finalidade analisar o pregão, modalidade de licitação criada pela Lei n.º10.520/2002, relacionando com alguns conceitos gerenciais. Busca identificar critérios de avaliação gerencial, baseados na legalidade, na economicidade, na eficiência, na eficácia e na efetividade, relacionando-os com os conceitos e procedimentos de compras públicas. A avaliação gerencial do pregão é uma atividade incipiente. Por isso, deve ser compreendida e utilizada não com intuito meramente fiscalizatório ou punitivo, mas como um método capaz de produzir redução de preços e prazos. Para este objetivo, foram elencadas as principais modalidades de licitação previstas na Lei de Licitações (Lei n.º 8.666/93), definindo-as e comparando-as com a modalidade de pregão utilizada pela Administração Pública do Estado de Pernambuco. Desta forma, apresentam respostas para as indagações acerca das vantagens e desvantagens do uso do pregão perante as suas finalidades, em especial, a redução de custos e a celeridade do sistema. Por fim, o estudo traz indicativos que o pregão, utilizado pela Administração Pública, vem conseguindo atingir resultados positivos, porém alguns fatores vêm atrapalhando um melhor desempenho do pregão, como exemplos: ausência de controle efetivo dos tempos, falhas nas pesquisas de mercado, problemas na definição do objeto e elaboração do Termo de Referência
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6978
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7857_1.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.