Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6892
Title: Carvão ativado do mesocarpo do coco verde - produção, otimização e aplicação na adsorção do corante Remazol black B
Authors: Cavalcanti de Albuquerque Júnior, Eden
Keywords: Adsorção; Carvão ativado; Corante; Mesocarpo de coco verde
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cavalcanti de Albuquerque Júnior, Eden; Fernanda Pimentel, Maria. Carvão ativado do mesocarpo do coco verde - produção, otimização e aplicação na adsorção do corante Remazol black B. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: Um dos setores industriais de grande importância para a economia brasileira é o têxtil. Verifica-se, todavia, que os efluentes provenientes desta indústria produzem um grande impacto ambiental por serem altamente coloridos. Isto ocorre devido à presença de corantes que não se fixam na fibra durante o processo de tingimento. A adsorção é uma das técnicas mais empregadas no tratamento de efluentes industriais, apresentando custos moderados, tempo de processamento relativamente baixo, além da possibilidade de recuperação da água para reaproveitamento no processo industrial. O carvão ativado (granulado ou em pó) é um dos adsorventes mais usados na atualidade em processos de remoção de compostos orgânicos, tanto em fase liquida como gasosa. O uso, porém, destes adsorventes é normalmente limitado em razão do alto custo. O mesocarpo do coco verde foi utilizado neste trabalho como matéria prima para produção de carvões ativados de alta qualidade. Os carvões foram preparados por ativação com vapor d água. Os carvões produzidos foram caracterizados em fase gasosa e líquida. A metodologia de superfície de resposta foi utilizada para estudar a influência das variáveis do processo de produção de carvão ativado sobre sua capacidade de adsorção. As variáveis, temperatura e tempo de ativação foram otimizadas a 900 ºC e 25 min de ativação com relação à capacidade de adsorção do carvão, obtendo um carvão um número de iodo de 1143 mg/g, adsorção de azul de metileno de 179 mg/g, área de BET de 819 m2/g, área de Langmuir de 1222 m2/g, área de microporos de 521 m2/g, área superficial externa de 297 m2/g, e área de mesoporos de 288 m2/g. Este carvão foi avaliado quanto a sua capacidade de adsorção em meio líquido utilizando o corante reativo UHPD]ROEODFN%, muito encontrado em efluentes de indústrias têxteis. O estudo de equilíbrio de adsorção ajustado ao modelo de adsorção de Langmuir-Freundlich forneceu uma capacidade máxima de adsorção, do referido corante na monocamada, qmáx., de 143 mg/g
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6892
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8100_1.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.