Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6859
Título: Avaliação da remoção do corante REMAZOL BLACK B em efluentes têxteis utilizando como adsorvente o mesocarpo do coco verde
Autor(es): Cristiane Andrade Leal, Carla
Palavras-chave: Remazol Black B; Efluente têxtil; Biossorção; Cinética de adsorção
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Cristiane Andrade Leal, Carla; Lins da Silva, Valdinete. Avaliação da remoção do corante REMAZOL BLACK B em efluentes têxteis utilizando como adsorvente o mesocarpo do coco verde. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Na indústria têxtil, os corantes são envolvidos no processo de tingimento e parte deles são eliminados na forma de efluentes, causando sérios danos a fauna e flora dos corpos hídricos receptores. Diante desta realidade, é necessário o desenvolvimento de tecnologias que removam os corantes dos efluentes têxteis visando uma melhoria nas condições de vida das populações via proteção do meio ambiente e controle da poluição. Várias técnicas são estudadas para a remoção desses corantes, sendo a adsorção a mais utilizada por apresentar-se como um método de custo relativamente moderado comparado com outras técnicas pesquisadas, considerando como vantagens um menor investimento e menor tempo de processamento. Neste trabalho, foi usado como adsorvente o pó do mesocarpo do coco verde, por ser um produto de baixo custo e existir em abundância na região Nordeste do Brasil. O coco foi coletado em um sítio localizado no município de Olinda (PE) e depois de seco a 60ºC foi triturado em moinho de faca e tratado com albumina (40 g/L de água) para remoção do tanino. Um planejamento fatorial de dois níveis foi empregado para analisar a influência da velocidade de agitação (300-700 rpm), do pH (4,0-7,2), e da granulometria do adsorvente (>0,149-0,42 mm), num sistema de banho finito contendo uma solução sintética do corante Remazol Black B simulando um efluente típico de indústria têxtil, operando à temperatura ambiente (30ºC) e à pressão atmosférica. Experimentos de cinética de adsorção foram conduzidos em béqueres de 50 mL onde foram colocados o adsorvente e a solução do corante na concentração de 10 mg/L em tampão fosfato de potássio monobásico fosfato de sódio dibásico, pH 4,0, sendo filtrado e realizadas as leituras da concentração do corante em espectrofotômetro FEMTO-435 no comprimento de onda de 597 nm. Experimentos de equilíbrio foram realizados em erlermeyer utilizando 0,5 g do adsorvente na granulometria de >0,149 mm em 25 mL da solução do corante com concentração de 10-70 mg/L em agitação de 700 rpm. A concentração do corante foi quantificada através de uma curva de calibração previamente elaborada. Os resultados indicaram que 88,0% do total do corante foi removido a partir de uma concentração inicial de 70,0 mg/L, obtendo-se uma capacidade máxima de adsorção de 2,93 mg/g e a constante de equilíbrio de adsorção Keq de 0,26 L/mg. Os resultados experimentais foram ajustados com o modelo de Langmuir de segunda ordem, obtendo uma constante cinética de adsorção de 3,31 L/g.h
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6859
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Química

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo8025_1.pdf249,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.