Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6792
Title: A inserção do ecoturismo no brejo de Serra Negra/Bezerros/PE : uma proposta concreta de desenvolvimento socioespacial ?
Authors: José Gonçalves de Melo, Maria
Keywords: Ecoturismo; Desenvolvimento socioespacial; Dinâmica espacial
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: José Gonçalves de Melo, Maria; Jorge Moura de Castilho, Claudio. A inserção do ecoturismo no brejo de Serra Negra/Bezerros/PE : uma proposta concreta de desenvolvimento socioespacial ?. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: A inserção do turismo em uma área rural modifica a dinâmica do espaço e faz com que as formas espaciais adquiram novas funções, resultantes do sistema de ações, refletindo-se visivelmente na paisagem e na vida da sociedade local. Com o objetivo de constatar se a inserção do ecoturismo pode ser considerada uma proposta concreta de desenvolvimento socioespacial, beneficiando a população ligada direta ou indiretamente a essa atividade e ensejando condições não somente para o crescimento econômico local, elegeu-se o Brejo de Serra Negra, situado no Município de Bezerros Pernambuco, no qual está sendo implantado o ecoturismo. Para o estudo científico de cunho geográfico tomou-se o método dialético como principal recurso de análise, alicerçado teoricamente em documentos oficiais, oriundos das esferas federal, estadual e municipal, bem como na literatura específica. Para melhor apreender a influência do turismo em Serra Negra, procedeu-se a uma pesquisa de campo para investigar a percepção dos cidadãos quanto às mudanças que poderiam derivar da implantação da atividade ecoturística na região. Ao constatar que os entrevistados perceberam que o ecoturismo promoveu aumento de renda, de vendas, de empregos e o crescimento econômico da área de Serra Negra, apesar do descaso com que a Prefeitura do Município tem tratado as questões relativas ao turismo desde 2002, e considerando que o ecoturismo foi a única atividade desenvolvida na região, a autora concluiu que essa modalidade de turismo é uma proposta para a concretização do desenvolvimento socioespacial de Serra Negra. Todavia sugere que os gestores municipais devem planejar as atividades turísticas tecnicamente, como um processo contínuo de benefício socioespacial, dissociando-o das contendas pelo poder e do jogo de conveniências
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6792
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6869_1.pdf2.15 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.