Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6755
Title: Estudo da capacidade biodegradadora de culturas mistas de fungos em blendas poliméricas biodegradáveis
Authors: Moreira de Lima, Suzana
Keywords: Biodegradação; Blenda; Polietileno; Amido; Phanerochaete Chrysosporium; Talaromyces wortmannii
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Moreira de Lima, Suzana; Medeiros Bastos De Almeida, Yêda. Estudo da capacidade biodegradadora de culturas mistas de fungos em blendas poliméricas biodegradáveis. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: As blendas poliméricas compostas por polímeros sintéticos e amido vêm ganhando importância na área de materiais por apresentarem boas propriedades e maior biodegradabilidade quando descartadas no meio ambiente. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a capacidade biodegradadora de uma cultura mista dos fungos Talaromyces wortmannii e Phanerochaete chrysosporium numa blenda biodegradável de polietileno de baixa densidade (PEBD)/Amido, com aplicação na indústria de embalagens. A princípio foi feita uma seleção do tipo de amido pela avaliação do crescimento dos microrganismos. Em seguida, a blenda foi obtida pela mistura de PEBD/Amido 80/20% m/m num reômetro HAAKE a temperatura de 140oC por 10 min. O material foi exposto à cultura mista por um período de 165 dias. Os níveis de biodegradação dos filmes foram caracterizados antes e após a inoculação dos fungos através de análises de variação de massa, calorimetria diferencial exploratória-DSC, microscopia eletrônica de varredura-SEM e determinação da resistência à tração na ruptura e alongamento. Ainda foi realizado um monitoramento da produção de CO2 no processo de biodegradação por 90 dias, e um estudo cinético do crescimento dos fungos em meio Sabouraud modificado com amido. Os resultados mostraram que o amido do tipo anfótero (Foxhead®5901) apresentou um bom desempenho como componente para esse tipo de blenda. O consumo crescente e gradativo da blenda como fonte de carbono alternativa ficou evidente no acompanhamento da produção de CO2. Houve um acréscimo na massa dos filmes após exposição aos fungos pela sua impregnação no material. As análises de DSC mostraram que a processabilidade do PEBD não foi alterada com a adição de amido. O material apresentou uma significativa perda em propriedades mecânicas após contato com os fungos que, segundo evidenciado na SEM, consumiram o amido presente na matriz polimérica, gerando vazios e permitindo uma reorganização de sua estrutura. O fungo Phanerochaete chrysosporium apresentou como parâmetros cinéticos μmáx (h-1) = 0,10 e KS (g/L) = 8,50, enquanto que o fungo Talaromyces wortmannii μmáx (h-1) = 0,04 e KS (g/L) = 0,18, mostrando o quanto pode variar o comportamento de duas espécies de fungos distintas crescendo sobre as mesmas condições
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6755
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7922_1.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.