Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6700
Title: Caracterização de possíveis homólogos aos fatores de iniciação da tradução eIF4G e eIF4A de Leishmania major
Authors: Robson de Souza Reis, Christian
Keywords: Tradução; Leishmania major; EIF4G e EIF4A
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Robson de Souza Reis, Christian; Pompílio de Melo Neto, Osvaldo. Caracterização de possíveis homólogos aos fatores de iniciação da tradução eIF4G e eIF4A de Leishmania major. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Em eucariotos, a iniciação da tradução é um processo essencial de regulação pós-transcricional da expressão gênica. Neste processo, atuam proteínas designadas eIFs (fatores de iniciação da tradução). Destas destaca-se o complexo eIF4F eIF4E, eIF4A e eIF4G que permite associar o mRNA ao ribossomo. Identificamos no genoma de Leishmania major seqüências que apresentam homologia aos componentes do eIF4F. Este trabalho contempla a caracterização de um homólogo do eIF4A (LmeIF4A2) e três homólogos eIF4G (LmeIF4G1-3). O gene LmeIF4A2 foi clonado, expresso e utilizado na produção de anticorpos. Ensaios de Western-blot sugeriram não haver expressão do LmeIF4A2 na fase promastigota de Leishmania major. Em seguida realizamos construções com os LmeIF4G1-3, fusionando-os a GST, permitindo a realização de ensaios de pull down visando investigar sua associação com as proteínas LmeIF4A1-2. O LmeIF4A2 não interage com nenhum dos LmeIF4G1-3 e o LmeIF4A1 interage especificamente com o LmeIF4G3. Em outra etapa produzimos anticorpos contra as proteínas LmeIF4G1-3 para avaliar sua expressão na forma promastigota do parasita. A expressão do LmeIF4G3 foi confirmada, todavia não detectamos a expressão dos LmeIF4G1-2. A interação eIF4G/eIF4E foi investigada em ensaios onde homólogos LmeIF4G1-3 foram incubados a homólogos LmeIF4E1-3, para tentar reconstituir parcialmente o complexo eIF4F in vitro, e testados quanto a sua afinidade pelo cap sintético. Estes resultados se mostraram inconclusivos. A utilização de novas abordagens e a caracterização dos demais fatores será importante na elucidação da tradução nestes protozoários
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6700
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6324_1.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.