Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6678
Title: Caracterização morfo-sedimentar e evolução de curto e médio prazo das praias do Pina, Boa Viagem e Piedade, Recife/Jaboatão dos Guararapes- PE
Authors: Xavier Duarte, Robson
Keywords: Praias;Evolução costeira;Morfodinâmica;Sedimentologia;Hidrodinâmica
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Xavier Duarte, Robson; Nóbrega Coutinho, Paulo. Caracterização morfo-sedimentar e evolução de curto e médio prazo das praias do Pina, Boa Viagem e Piedade, Recife/Jaboatão dos Guararapes- PE. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: O acelerado processo de urbanização das áreas litorâneas da Região Metropolitana do Recife (RMR), a partir da década de 60 do século passado, gerou sérios conflitos de uso do solo, diante da falta de uma política pública que estabelecesse uma ocupação ordenada e equilibrada deste sensível ambiente geológico. Este trabalho buscou fornecer um diagnóstico das recentes condições ambientais das praias do Pina, Boa Viagem e Piedade (porção central da faixa costeira da RMR) através de estudos cartográficos, sedimentológicos, morfodinâmicos e hidrodinâmicos, além da apresentação de uma descrição evolutiva de médio prazo, amparada pelo uso de antigas e novas fotografias aéreas, resultando em uma análise dos riscos de erosão costeira nas últimas três décadas. Para isso, quatro setores costeiros foram preliminarmente definidos pelas variações na largura das suas faixas de praia utilizando-se ortofotocartas do ano de 1975. Em cada um dos setores individualizados, foram escolhidos quatro locais para a realização dos perfis topográficos e coletas de sedimentos. Estes e outros trabalhos de campo foram desenvolvidos entre junho/96 e abril/97. Verificou-se, através dos perfis de praia, a existência de significativas variações energéticas ao longo da área, manifestadas pelo grau de mobilidade de cada um dos perfis monitorados. A classificação morfodinâmica dos trechos de praia estudados foi feita com base numa proposta metodológica relativamente recente (Alfredini, 1997), que relaciona o parâmetro de Dean (Ω) à declividade da face de praia (tan β), originando o parâmetro denominado de ΩTEÓRICO, cujos resultados mostraram-se bem condizentes, na maioria das vezes, com o estado da praia revelado pelos perfis topográficos. Os atributos texturais analisados (diâmetro médio, desvio-padrão e assimetria) mostraram-se de grande utilidade na caracterização ambiental dos perfis praiais. Observouse que o perfil 1, com características fisiográficas bem distintas dos demais, apresentava no seu estirâncio, quase sempre, areias grossas com boa a moderada seleção e assimetria negativa/muito negativa. Para o estirâncio dos demais perfis, registrou-se a predominância de areias médias com moderado grau de seleção e assimetria positiva/muito positiva. No estudo da hidrodinâmica local, foram estabelecidas comparações entre as velocidades das correntes longitudinais medidas em campo e as velocidades calculadas por formulações matemáticas (Longuet-Higgins, 1970 e CERC, 1984). Esta análise mostrou uma diferença na amplitude dos valores registrados, uma vez que as velocidades de campo oscilaram entre 0,4 e 0,85 m/s, já os valores calculados variaram entre 0 (zero) e 0,93 m/s (Longuet-Higgins, op.cit.) e 0 (zero) e 1,81 m/s (CERC, op.cit.)
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6678
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6921_1.pdf9.24 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.