Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6635
Título: Capital social e mortalidade juvenil : uma análise comparada do impacto dos homicídios em duas comunidades do Grande Recife
Autor(es): MÉLO, Mário Ferreira da Silva
Palavras-chave: Capital social; Violência urbana; Violência juvenil; Grande Recife
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ferreira da Silva Mélo, Mário; Augusto Amorim Maciel, Caio. Capital social e mortalidade juvenil : uma análise comparada do impacto dos homicídios em duas comunidades do Grande Recife. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Nos últimos anos, o tema capital social tem sido tratado como uma nova forma de reflexão sobre a dinâmica e a organização das sociedades. Dentre os principais pensadores sobre o assunto destacamos Pierre Bourdieu, James Coleman, Robert Putnam e Sérgio Boisier, este último, enfatizando a sinergia do capital social, um dos focos de abordagem deste trabalho. O capital social em sua forma cívica atua como uma ferramenta em que à medida que se reproduz, também potencializa as chances de desenvolvimento e regeneração do tecido social. Trata-se de uma articulação entre os atores que propiciam combater o individualismo e a perda do senso de pertencimento que provoca a erosão das bases de convivência coletiva, desencadeando uma desarticulação e a degradação social. Um dos principais indicadores do desequilíbrio nos estoques de capital social reflete-se, sobretudo, na expansão da violência nos grandes centros urbanos, tanto do mundo subdesenvolvido como nos países ditos emergentes . Tal disseminação da violência atinge a população jovem, especialmente entre 15 e 24 anos, de maneira brutal, tornando-a líder no ranking de mortalidade dentre as faixas etárias. Portanto, o objetivo deste trabalho foi tentar estabelecer uma relação entre os níveis de capital social e a mortalidade juvenil, tendo como pontos de partidas o bairro de Coqueiral, no município do Recife, e a Ilha de Santana, localizada no município de Olinda, no Grande Recife
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6635
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo678_1.pdf1,86 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.