Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6608
Título: Homologia entre os cromossomos politênicos dos gêneros Drosophila e Zaprionus : fotomapa e mapeamento gênico por hibridização in situ em Z. indianus
Autor(es): Roberto de Souza Leão da Costa Campos, Sérgio
Palavras-chave: Hibridização;Cromossômos;Zaprionus
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Roberto de Souza Leão da Costa Campos, Sérgio; Ferreira dos Santos, José. Homologia entre os cromossomos politênicos dos gêneros Drosophila e Zaprionus : fotomapa e mapeamento gênico por hibridização in situ em Z. indianus. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: O drosofilídeo Zaprionus indianus invadiu recentemente o Brasil e seu comportamento de praga aumentou o interesse pela sua caracterização genética. A descrição do cariótipo mitótico e um mapa desenhado em câmara clara do complemento politênico foram publicados, porém não foi determinada homologia entre os cromossomos dos gêneros Zaprionus e Drosophila. Neste trabalho foi construído um fotomapa dos cromossomos politênicos com boa resolução, permitindo o mapeamento de genes por hibridização in situ. A marcação do gene Hsr-ω ocorreu na subseção 32C do cromossomo V, apontando correlação com o elemento E de Muller e com o braço 3R de D. melanogaster, sugerido anteriormente pela localização do gene Hsp70. O gene Ubi marcou consistentemente nas subseções 17A do cromossomo III e 10C do cromossomo II. Provavelmente a marca em 17A representa a localização do gene da poliubiquitina, apoiando a homologia do cromossomo III com o elemento D, correspondente ao braço 3L de D. melanogaster, anteriormente sugerida pela localização do gene Hsp83. O gene Br-C foi localizado na subseção 1D, próxima ao telômero do cromossomo X, indicando sua homologia com o elemento A. A sonda do gene Dpp marcou com maior freqüência na subseção 32A do cromossomo V e com menor freqüência em outras seções, mas em nenhum caso correspondendo ao elemento B esperado. Este resultado permite sugerir a ocorrência de um rearranjo complexo envolvendo o gene Dpp em Zaprionus, e as marcações secundárias apontariam outros genes relacionados da família TGF-β
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6608
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Genética

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6310_1.pdf1,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.