Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6592
Title: Caracterização bacteriológica e fisico-química das águas do aqüífero freático do cemitério da Várzea - Recife
Authors: Correia de Espindula, Jeane
Keywords: Cemitério; Aqüífero freático; Indicadores de contaminação; Bactérias proteolíticas; Bactérias heterotróficas
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Correia de Espindula, Jeane; Costa Santos, Almany. Caracterização bacteriológica e fisico-química das águas do aqüífero freático do cemitério da Várzea - Recife. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Este trabalho visou a caracterização bacteriológica e físico-química das águas do aqüífero freático do cemitério da Várzea-Recife/PE, com ênfase em indicadores de contaminação, sobretudo, do ponto de vista bacteriológico. O referido cemitério localiza-se na zona oeste do município do Recife e está assentado sobre terrenos de origem quaternária, cujo solo, especialmente, os três metros mais superficiais, é constituído por sedimentos predominantemente finos, variando granulometricamente entre areias, siltes e argilas. A metodologia aplicada compreendeu: a) construção de poços de observação no interior do cemitério bem como levantamento de poços rasos residenciais no entorno do mesmo; b) medição da superfície freática nesses poços; c) amostragem de água subterrânea para realização de análises bacteriológicas e físico-químicas. A superfície freática no interior do cemitério foi igual ou maior que 2,9 metros e variou, aproximadamente, 2,0 metros, sendo diretamente influenciada pela precipitação pluviométrica. A condutividade elétrica apresentou-se mais elevada no poço construído próximo às sepulturas com inumações realizadas há um ano ou menos, o que pode estar associado à decomposição dos corpos. Nas amostras de água subterrânea do aqüífero freático, em especial, dos poços construídos na área interna do cemitério foi maior a ocorrência de bactérias heterotróficas (≈172 X 103 UFC/ml), bactérias proteolíticas (≥2400 NMP/100ml) e clostrídios sulfito-redutores (>23 NMP/100ml). Nesses poços, observou-se uma maior concentração dos íons bicarbonato, cloreto, sulfato, sódio, cálcio e potássio. Contudo apenas o potássio excedeu os valores comumente considerados como de ocorrência natural para essas águas ou definidos na legislação vigente
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6592
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6873_1.pdf3.8 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.