Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6539
Title: Caracterização da vulnerabilidade natuaral do aqüífero Boa Viagem no Município do Recife - Método GOD
Authors: Romero Campelo Correia, Eliseu
Keywords: Hidrogeologia;Água subterrânea;Vulnerabilidade;Contaminação
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Romero Campelo Correia, Eliseu; Costa Santos, Almany. Caracterização da vulnerabilidade natuaral do aqüífero Boa Viagem no Município do Recife - Método GOD. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Descrevem-se nesta dissertação conceitos relacionados com a vulnerabilidade à poluição de águas subterrâneas, bem como diversos métodos clássicos e indexados, de avaliação da vulnerabilidade natural de aqüífero, disponíveis na literatura mundial. Objetivando avaliar a vulnerabilidade natural do aqüífero poroso Boa Viagem, na Planície do Recife, no litoral do Estado de Pernambuco, foi empregada a metodologia baseada no índice GOD (G groundwater ocurrence, O overall litology of aquifer e D - depth of water). Considerando a questão da vulnerabilidade do aqüífero como um pré-requisito fundamental para a proteção da qualidade e controle da poluição das águas subterrâneas. Esta dissertação apresenta detalhes importantes e relevantes dos conhecimentos geológicos e hidrogeológicos do sistema aqüífero Boa Viagem, como embasamento para determinar o grau de vulnerabilidade natural das águas subterrâneas, visando o melhor uso e proteção desses recursos hídricos na planície do município do Recife. Com base no método GOD foi elaborado o mapa de vulnerabilidade natural para a área pesquisada, como uma ferramenta de gestão para a prevenção e controle da poluição dos recursos hídricos subterrâneos. Este mapa mostra a distribuição espacial dos diferentes graus de vulnerabilidade do aqüífero Boa Viagem na Planície do Recife-Pe. A água subterrânea do aqüífero estudado é captada através de poços tubulares rasos chegando a uma profundidade máxima de 50m, estando a maioria dos poços até os 20 metros de profundidade. O mapa de vulnerabilidade natural do Aqüífero Boa Viagem permitiu classificar a área estudada como de vulnerabilidade elevada à moderada. O trabalho é apresentado por bairros do município de Recife uma vez que o órgão gestor municipal utiliza esse tipo de zoneamento para sua administração. O estudo indicou como bairros de vulnerabilidade elevada no município do Recife: RPA-1 (Recife e Boa Vista); RPA-2 (Encruzilhada e Rosarinho); RPA-3 (Aflitos e Casa Amarela); RPA-4 (Várzea e Caxangá); RPA-5 (Areias e Jardim São Paulo); RPA-6 (Boa Viagem e Imbiribeira). Com a elaboração deste trabalho, concluiu-se que o aqüífero Boa Viagem é muito vulnerável a poluição na planície do Recife, porém mostra-se como uma fonte estratégicacomplementar de abastecimento de água potável, que precisa ser protegida contra as diversas fontes potenciais de contaminação que impõem constantes riscos à qualidade dessas águas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6539
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6821_1.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.