Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6485
Title: Liberdade, compromisso e comprometimento na filosofia de Jean-Paul Sartre : a questão moral
Authors: de Barros Monteiro, Dawson
Keywords: Liberdade; Compromisso; Comprometimento; Moral
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Barros Monteiro, Dawson; Cazza Sayão, Sandro. Liberdade, compromisso e comprometimento na filosofia de Jean-Paul Sartre : a questão moral. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Esta dissertação está estruturada na análise da questão da liberdade e da moral no pensamento de Sartre. Há uma relação entre liberdade e moral na filosofia sartriana; nesta pesquisa procura-se mostrar que elas se relacionam a partir de um comprometimento com o mundo e de um compromisso pessoal que o ser humano assume como sua postura de ser. O percurso de pensamento desta dissertação foi traçado a partir da ideia de que há, na relação entre a liberdade e a moral, uma aproximação com a estrutura de intencionalidade da consciência e a estrutura de sustentação do fenômeno que o autor descreve. Foi pela análise dessas estruturas que se definiu que compromisso e comprometimento seriam os conceitos nos quais a relação entre liberdade e moral está alicerçada na obra de Sartre. O objetivo foi investigar como o autor estabeleceu o fundamento da moral a partir da liberdade. Fundamentar a conduta moral humana na liberdade mostrou-se, na articulação filosófica de Sartre, numa empreitada de definir que a condição humana é uma postura, um modo de ser consciente de um comprometimento com o mundo e de um compromisso pessoal que torna o ser humano um ser coletivo. A ideia de moral, em Sartre, parecia vaga e não foi sempre fácil ou claro definir esta vinculação moral com a liberdade por meio do compromisso ou do comprometimento. Em alguns momentos, a articulação destes conceitos com a estrutura de consciência ou com a estrutura do fenômeno parecia não querer se encaixar no projeto do autor a dificuldade consistia em favorecer que o autor pudesse ser reconhecido nessa articulação por meio daquilo que expressou de imediato em sua postura filosófica: o ser humano é condenado a ser livre. Acredita-se que o resultado foi alcançado e que a articulação entre a liberdade e a moral no pensamento de Sartre pode ser compreendida a partir da articulação realizada aqui neste trabalho de dissertação, vinculando compromisso e comprometimento à liberdade e à moral por meio da intencionalidade e do ser do fenômeno
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6485
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8999_1.pdf372.79 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.