Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6463
Título: Associações espaciais entre compartimentos físico-naturais e formas de ocupação da terra na microbacia hidrográfica do Riacho Salgado, Belém de São Francisco-PE
Autor(es): SILVA, Felippe Luís Maciel da
Palavras-chave: Sistema físico-natural semi-árido; Ocupações da terra; Associações espaciais; Microbacia hidrográfica; Riacho Salgado
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Luís Maciel da Silva, Felippe; Carlos de Barros Corrêa, Antonio. Associações espaciais entre compartimentos físico-naturais e formas de ocupação da terra na microbacia hidrográfica do Riacho Salgado, Belém de São Francisco-PE. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Este trabalho foi norteado pela intenção de identificar e definir uma tipologia para a diversidade de paisagens encontradas no exíguo espaço de uma microbacia hidrográfica no semi-árido do Nordeste do Brasil. A pesquisa revelou que os mapas e legendas nas escalas existentes para área apenas permitiam antever generalidades, ocultando completamente os detalhes relevantes tanto para as questões de ocupação das terras, quanto para a designação das unidades de paisagem físicas. Desta forma, o principal desafio do trabalho foi o de tentar compreender as relações entre homem e ambiente na bacia do riacho Salgado, Município de Belém do São Francisco, Pernambuco, a partir de um ponto de vista focado sobre as associações espaciais estabelecidas entre as formas de ocupação da terra e os compartimentos do sistema físico-natural. Para tanto, priorizamos os procedimentos de observação da paisagem e aquisição direta de dados em campo, através de entrevistas, questionários e mapeamentos por GPS. Observamos que alguns elementos do sistema físico-natural, sobretudo geomorfológicos, tais como a morfologia do canal e a presença de deposição sedimentar sob a forma de barras fluviais laterais ou planícies em bolsão, destacam-se enquanto referenciais para a localização das ocupações, principalmente por representarem fontes locais de obtenção de recursos hídricos, ou por constituírem terrenos favoráveis à atividade agrícola, respectivamente. A concentração desses recursos define setores distintos na bacia, aos quais se associam, espacial e temporalmente, formas específicas de ocupação da terra. Desta forma a designação de associações espaciais físico-humanas ao longo da bacia, a partir de três categorias morfológicas de análise, a saber: longitudinais, transversais e em microescala foi a principal contribuição da pesquisa, podendo a mesma ser testada enquanto modelo de análise tipológica para outras bacias de dimensão e características fisiográficas semelhantes no contexto semi-árido nordestino
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6463
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo480_1.pdf3,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.