Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6454
Título: Caracterização de linhagens do grupo Aspergillus flavus baseada em marcadores de DNA
Autor(es): BATISTA, Patrícia Pires
Palavras-chave: Aspergillus flavus; Diversidade genética; Marcadores moleculares; RAPD; ITS; ISSR
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Pires Batista, Patrícia; Áurea de Luna Alves Lima, Elza. Caracterização de linhagens do grupo Aspergillus flavus baseada em marcadores de DNA. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: O gênero Aspergillus pertence ao grupo de fungos filamentosos de grande dispersão no meio ambiente. Algumas espécies estão associadas a doenças, principalmente em pessoas imunocomprometidas. Outras são importantes por razões econômicas, devido à aplicação biotecnológica ou à produção de aflatoxinas. A identificação das espécies por métodos tradicionais, aliados ao uso de marcadores moleculares, estão somando conhecimentos e estabelecendo maior eficiência na caracterização de isolados. Foram utilizados os marcadores moleculares ISSR, utilizando os primers (GACA)4 e (GTG)5, e os marcadores ITS e RAPD, com o objetivo de caracterizar geneticamente linhagens de Aspergillus flavus e linhagens de outras espécies pertencentes ao grupo A. flavus. Alta diversidade genética foi obtida com os marcadores RAPD e ISSR, sendo que o primer (GTG)5 gerou menor diversidade que o (GACA)4, mas apresentou perfis característicos para cada espécie. A partir destes dados foi construída uma matriz de similaridade e confeccionados os dendrogramas, através do método de agrupamento UPGMA. Os perfis dos marcadores ISSR e RAPD mostraram que entre as linhagens estudadas de A. flavus, quatro apresentaram perfis diferenciados, tendo sido reclassificadas como A. oryzae, A. parasiticus e duas como A. tamarii. No entanto, uma das linhagens previamente identificadas como A. parasiticus, devido ao seu perfil de marcadores ser idêntico ao de A. flavus, foi revisada como sendo desta espécie. Esses resultados reforçam a importância do uso de marcadores moleculares para a diferenciação de espécies e linhagens fúngicas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6454
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Genética

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6215_1.pdf1,64 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.