Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/644
Title: Flora do Centro de Endemismo Pernambuco: biogeografia e conservação
Authors: Maurício Melo Santos, André
Keywords: Vulnerabilidade; Fragmentação de habitat; Gradiente ambiental; Intercâmbio biótico; Distribuição regional; Biodiversidade; Plantas; Floresta Atlântica brasileira
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maurício Melo Santos, André; Tabarelli, Marcelo. Flora do Centro de Endemismo Pernambuco: biogeografia e conservação. 2006. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Nesta tese, as espécies de árvores do Centro de Endemismo Pernambuco foram analisadas quanto aos aspectos biogeográficos e ecológicos, quanto aos fatores preditores de variação na diversidade regional e quanto aos fatores preditores de vulnerabilidade regional. As análises, divididas em três capítulos, foram realizadas a partir da compilação de informações sobre ecologia e distribuição espacial de espécies de árvores no Centro Pernambuco, bem como suas ocorrências em outras formações vegetacionais do Brasil. No primeiro capítulo os resultados mostraram que os cinco tipos de vegetação deste centro de endemismo possuem espécies de árvores com diferentes tipos de frutos e síndromes de dispersão. Além disso, foi observado que o intercâmbio biótico desse centro com outras formações vegetacionais do Brasil é ecologicamente diferenciado e espacialmente dirigido entre tipos específicos de vegetação. No segundo capítulo, os resultados mostraram que a riqueza de espécies na escala regional não depende primariamente da precipitação. Este fator foi importante somente quando foram eliminados os fatores área original e heterogeneidade ambiental dos tipos de vegetação. Finalmente, no último capítulo foi observado que 32,9% das 583 espécies de árvores do Centro Pernambuco estão fortemente ameaçadas, uma vez que tais espécies possuem apenas uma população na região. As espécies ameaçadas foram encontradas com diferentes freqüências entre (a) os cinco tipos de vegetação estudados, (b) duas classes de altitude (<100 m; >100 m) e (c) duas classes de precipitação (<1000 mm/ano; >1000 mm/ano). Embora o número de espécies vulneráveis tenha sido diferente de acordo com diferentes tipos de frutos, a vulnerabilidade não apresentou relações significativas com tamanho dos frutos, síndromes de dispersão ou nicho de regeneração. Além disso, a maior parte das espécies vulneráveis na escala regional não estão presentes nos limites das unidades de conservação atualmente implementadas na região. De acordo com os resultados, a manutenção da biodiversidade do Centro de Endemismo Pernamobuco depende fundamentalmente de análises simultâneas dos aspectos biogeográficos, ecológicos e de conservação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/644
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4808_1.pdf958.8 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.