Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6394
Title: As influências do desenvolvimento do turismo nas relações de posse e propriedade da terra na região turística de Pipa, Município de Tibau do Sul, Estado do Rio Grande do Norte
Authors: XAVIER, Roberta Fabricio
Keywords: Região Turística de Pipa; Modelo cíclico; Dinâmica de paisagens; Posse e propriedade de terras
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Fabricio Xavier, Roberta; Cortez Crocia de Barros, Nilson. As influências do desenvolvimento do turismo nas relações de posse e propriedade da terra na região turística de Pipa, Município de Tibau do Sul, Estado do Rio Grande do Norte. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: As paisagens são dinâmicas. Mudam ao longo dos anos por sua própria natureza e principalmente se influenciadas pelas ações do homem. Ganham feições marcadas pela cultura de quem as coloniza. A vila de Pipa, antigo assentamento de pescadores e trabalhadores rurais vivenciou a partir da década de 1990 um acentuado crescimento da função turística, até então bastante incipiente e limitada a turistas alternativos. O desenvolvimento da atividade, contudo, despertou o interesse de investidores nacionais e estrangeiros que enxergaram uma oportunidade de mercado na região e passaram a adquirir terras para construção de meios de hospedagem e condomínios privados. Estas aquisições no entanto, tiveram um forte peso sobre a população local, que desfez-se de suas posses por valores inferiores e mudou-se para áreas próximas à vila de Pipa, com efeitos variados sobre as antigas tradições culturais e laborais. A Região Turística de Pipa, área de estudo deste trabalho, vivencia grandes mudanças do ponto de vista econômico, com grande dependência do Turismo, especialmente do turismo estrangeiro, visto que muitas pessoas que visitam a localidade são oriundas de outros países, sobretudo países europeus. Com o auxílio do modelo de ciclo das destinações turísticas de Butler (1980), tenta-se posicionar a área em um dos estágios propostos pelo autor, para comprovar que se encontra ainda em crescimento e não estagnada. Verificar as influências da atividade turística no sistema de posse e propriedade das terras na região em questão é o principal objetivo deste trabalho, que suscita reflexões sobre os padrões de desenvolvimento do turismo e a sustentabilidade da atividade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6394
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3559_1.pdf5.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.