Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6373
Title: A verticalização do espaço urbano : o caso do bairro do Prado Recife/PE.
Authors: SILVA, Luciana Helena da
Keywords: Verticalização; Espaço Urbano; Recife
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Helena da Silva, Luciana; Bitoun, Jan. A verticalização do espaço urbano : o caso do bairro do Prado Recife/PE.. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A cidade é um espaço dinâmico que está em constante movimento, em constante mudança. Junto a essas mudanças, alteram-se também a sua paisagem, suas formas e as suas funções. Muitos são os atores responsáveis por essas alterações, contudo, nesse trabalho, busca-se analisar o papel das intervenções imobiliárias no processo de formação do espaço. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma discussão sobre o processo de verticalização dentro da cidade do Recife, numa área onde ela ocorre de forma incipiente, com o intuito de detectar os mecanismos ou processos envolvidos na modelação do espaço urbano. Para tanto foi realizada uma análise do bairro do Prado, que está localizado numa área de transição onde de um lado temos um núcleo de bairros que estão se adensando rapidamente e de outro temos bairros mais populares que sofrem uma verticalização mais modesta. O bairro do Prado está se adensando através de um processo de verticalização lento. Seus limites com os bairros da Madalena, Zumbi, Cordeiro, San Martin, Bongi e Ilha do Retiro, mostram claramente que esta é uma área de transição entre um espaço em que prevalecem residências de uma população mais abastada e outra em que reside uma população de menor renda. Por isso seria essa área, também, o limite da verticalização que invade aos bairros beira rio. Enquanto espaço de transição o bairro possui contradições que podem inibir essa verticalização. O fato de o bairro ser composto em grande parte por Zonas Especiais de Interesse Social - ZEIS inibe o avanço construtivo na totalidade do bairro, resultando no adensamento vertical restrito, limitado no perímetro que não se constitui enquanto ZEIS. Em contrapartida os elementos locacionais como proximidade de vias de circulação de acesso aos principais centros comerciais e de serviços da cidade, a disponibilidade de equipamentos públicos e a amenidade ambiental tem contribuído para a atração de novos investimentos imobiliários. Diante de tais condicionantes a verticalização se dá nesse espaço de forma lenta, concentrada, buscando implantar-se nos espaços mais receptíveis do bairro alterando as formas tradicionais e imprimindo uma feição moderna e vertical
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6373
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3552_1.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.