Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/637
Título: Formigas (Hymenoptera; formicidae) como indicador biológico na floresta atlântica nordestina
Autor(es): Pessoa Gomes, Juliana
Palavras-chave: Fragmentação florestal; Efeito de borda; Serrapilheira; Riqueza de espécies
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Pessoa Gomes, Juliana; Roberta Leal, Inara. Formigas (Hymenoptera; formicidae) como indicador biológico na floresta atlântica nordestina. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: O objetivo deste estudo foi amostrar e relacionar a riqueza de formigas com os atributos dos fragmentos e da vegetação em uma paisagem fragmentada da Floresta Atlântica Nordestina. As coletas foram realizadas em 19 fragmentos pertencentes à Usina Serra Grande, localizada nos municípios de Ibateguara e São José da Laje - AL, entre outubro/2007 e março/2008, durante a estação seca. As coletas foram realizadas através de um transecto de 300 m estabelecido no centro de cada fragmento, onde a cada 10 m era recolhido 1 m2 de folhiço, totalizando 30 m2. No total foram coletadas 146 espécies de formigas, pertencentes a 42 gêneros, 24 tribos e nove subfamílias. Atributos dos fragmentos e da paisagem não influenciaram a riqueza de espécies de formigas. Por outro lado, as características da vegetação explicaram ca. 23% da riqueza total de formigas, apesar da única variável significativa ter sido a densidade de árvores. Em relação aos grupos funcionais, tanto a densidade quanto a riqueza de árvores explicaram a riqueza de mirmecíneos generalistas (todo o modelo chegando a explicar ca. 42% da variação deste grupo) e a porcentagem de espécies de árvores tolerantes à sombra explicou a riqueza de formigas predadoras especialistas (30% para todo o modelo). Os resultados indicam que a fauna de formigas é mais influenciada pelo grau de conservação da vegetação que pelo tamanho dos fragmentos ou pela quantidade de vegetação ao redor das áreas remanescentes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/637
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1240_1.pdf707,89 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.