Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6362
Title: Caracterização funcional de homólogos à proteína de ligação a Cauda Poli-A (PABP) de Leishmania major
Authors: de Carli da Costa Lima, Tamara
Keywords: Tripanosomatídeos;PABP
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Carli da Costa Lima, Tamara; Pompílio de Melo Neto, Osvaldo. Caracterização funcional de homólogos à proteína de ligação a Cauda Poli-A (PABP) de Leishmania major. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: A proteína de ligação à cauda poli-A (PABP) se liga a seqüência de poli adenosinas presente na extremidade 3 do mRNA e possui uma multiplicidade de funções dentro da célula. Dentre as funções atribuídas a PABP destaca-se sua participação em eventos da síntese de proteínas, tais como iniciação e terminação da tradução e reciclagem dos ribossomos, e seu envolvimento no transporte de alguns mRNAs do núcleo para o citoplasma. O objetivo deste trabalho é caracterizar homólogos de proteínas relevantes à iniciação da tradução em tripanosomatídeos. O estudo da PABP teve início com a busca em bancos de dados de L. major de possíveis homólogos, onde foi encontrado tanto o homólogo previamente descrito (LmPABP1) como mais dois homólogos (LmPABP2 e LmPABP3), sendo que o último não possui ortólogos em Trypanosoma. Os três genes foram amplificados, clonados, as proteínas expressas e utilizadas para produção de soro policlonal. Em seguida foi realizada a quantificação dos níveis intracelulares das três proteínas em extratos da forma promastigota de L. major sendo a LmPABP2 a mais abundante, a LmPABP3 em níveis intermediários e a LmPABP1 a menos abundante. No entanto, as LmPABP2-3 são detectadas com uma única forma, enquanto que a LmPABP1 está presente em duas isoformas, provavelmente uma delas devido a fosforilação. Análises da expressão durante o ciclo evolutivo do parasita mostrou que as três proteínas encontravam-se presentes em todas as formas evolutivas, porém a LmPABP3 mostrou um decréscimo na fase estacionária de crescimento e a LmPABP1 apresenta-se fosforilada apenas nas primeiras horas após o repique. Experimentos de localização subcelular indicam que a LmPABP1 está presente na fração citoplasmática, enquanto que LmPABP2-3 estão presentes tanto na fração citoplasmática quanto na nuclear, porém com predominância da fração nuclear. Estudos adicionais precisam ser feitos pra entender como estas proteínas diferem funcionalmente e quais seus papéis na síntese protéica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6362
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6197_1.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.