Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6356
Title: Desarticulação entre a base de C&T e a oferta de serviços de atenção à saúde: a imaturidade do Sistema Setorial de Inovação em Saúde no Estado de Pernambuco
Authors: Geraldo Pimentel Neto, José
Keywords: Inovação; Sistema regional/setorial de inovação; Sistema setorial de inovação em saúde; Relação universidade Empresa e Estado de Pernambuco
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Geraldo Pimentel Neto, José; Cristina de Almeida Fernandes, Ana. Desarticulação entre a base de C&T e a oferta de serviços de atenção à saúde: a imaturidade do Sistema Setorial de Inovação em Saúde no Estado de Pernambuco. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Com o processo de globalização, alguns estudiosos estimam que os desequilíbrios entre nações e regiões devem se aprofundar. Isso porque regiões e nações que apresentam aspectos histórico-sociais que elevam a propensão à interação entre diferentes agentes com vistas à produção de inovações tendem a apresentar maior dinamismo, já que o desenvolvimento de novas tecnologias é uma importante fonte de crescimento econômico, entre as quais tecnologias voltadas para a saúde humana. O sistema setorial de saúde é um importante fator de caracterização da maturidade de um sistema de inovação, pois mantém articulação com vários segmentos da economia que no conjunto podem promover o desenvolvimento de uma determinada área. Sabendo-se que um dos mais importantes elementos para o desenvolvimento de processos inovativos é a ocorrência de interação sistemática entre diferentes agentes com competências complementares, o que condiciona a própria existência de um sistema de inovação, o presente trabalho objetiva contribuir para uma análise do sistema regional e setorial de inovação em saúde de Pernambuco a partir da observação das interações entre dois importantes agentes do sistema de inovação em saúde: a universidade e a empresa. Neste sentido, foram investigadas (i) as características históricas (a partir do processo de criação de suas principais instituições de ensino, pesquisa e prestação de serviços de atenção à saúde), (ii) base material e competências profissionais (quantidade e distribuição espacial de empregados e estabelecimentos de saúde, equipamentos e especialidades médicas) e (iii) a competência de pesquisa (grupos de pesquisa voltados à área de saúde e a interação entre estes e as empresas do setor instaladas ou não no Estado de Pernambuco) existentes no estado. Esta última etapa foi construída com base no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. A partir deste mapeamento chegou-se à conclusão que a articulação entre Ciência e Tecnologia no setor de saúde em Pernambuco é baixa e não sistêmica, visto que apresenta poucos pontos de articulação entre grupos de pesquisa e empresas localizadas tanto no estado, quanto fora dele. Essa situação é agravada quando se verifica que um importante agente do sistema de inovação em saúde os hospitais não consta entre os parceiros dos grupos de pesquisa do setor em Pernambuco, com uma única exceção
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6356
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3548_1.pdf6.58 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.