Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6353
Title: Quimioestratigrafia de Sequências Meso-e Neoproterozóicas do Terreno Nico Pérez: idade, ambiente de sedimentação e correlações
Authors: Lourdes Chiglino Mendizábal, Leticia
Keywords: Meso-Neoproterozóico; Terreno Nico Pérez; Craton do Río de la Plata
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lourdes Chiglino Mendizábal, Leticia; Nóbrega Sial, Alcides. Quimioestratigrafia de Sequências Meso-e Neoproterozóicas do Terreno Nico Pérez: idade, ambiente de sedimentação e correlações. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Novos dados quimioestratigráficos para duas unidades Mesoproterozoicas e uma Neoproterozóica do Terreno Nico Perez somam-se a coluna estratigráfica do Uruguai. O Grupo Carapé integrado pelas Formações: (1) Marco Los Reyes composta de calcário puro, BIFS, arenito, mármores e anfibolito. Rochas carbonáticas desta Formação apresentam valores máximos de δ13C de +5 e duas excursões negativas (-3,2 e - 2,3 ) e 86Sr/87Sr com valores entre 0.707 e 0.710 , sugerindo idade Neoproterozóica, entre 600 e 680 Ma; (2) Mataojo composta de dolomitos calcíticos, meta-arenitos, micaxistos, anfibolitos e gneisses. Apresentam valores de δ13C próximos a 0 , característica de rochas carbonáticas do Mesoproterozico. O Grupo Parque UTE (GPU), uma seqüência metavolcano-sedimentar, é constituído da base para o topo pelas Formações (1) Cañada Espinillo com rochas vulcânicas básicas; (2) Mina Valencia com dolomitos brancos e puros, intercalados com dolomitos cinza e níveis de calcarenitos e calciruditos (tempestitos); (3) Cerro del Mastilcom folhelhos negros carbonáticos, intercalados com rochas calcárias cinza e piroclásticas ácidas. Os valores de δ13C apresentam um plateu positivo entre 1 e 1,5 e duas excursões negativas (-1 e -3 ) que sugerem idade Mesoproterozica, e que é coerente com dados radiométricos de U-Pb em zircão de 1422 ± 21Ma dos riolitos do topo e idades de 1492 ± 21 Ma em gabros da base. Este estudo confirma a importância do conhecimento da geologia do craton do Rio de La Plata para a compreensão da evolução do Gondwna durante este intervalo de tempo da história geológica da Terra
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6353
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3923_1.pdf7.49 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.