Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6307
Title: Estudo Cromossômico em Morcegos Hematófagos: Zoo-FISH com Sondas Cromossômicas de Carollia brevicauda e Phyllostomus hastatus (Phyllostomidae -Chiroptera)
Authors: CAIO, Cibele Gomes de Sotero
Keywords: Desmodus; Diaemus; Diphylla; Homeologias cromossômicas; Pintura cromossômica
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Gomes de Sotero-caio, Cibele; Santos, Neide. Estudo Cromossômico em Morcegos Hematófagos: Zoo-FISH com Sondas Cromossômicas de Carollia brevicauda e Phyllostomus hastatus (Phyllostomidae -Chiroptera). 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A família Phyllostomidae constitui a terceira maior dentre os Chiroptera, sendo caracterizada por exibir mais variações morfológicas do que qualquer outro grupo de mamíferos, o que gera considerável discordância no estabelecimento de suas relações sistemáticas e evolutivas. Citogeneticamente é caracterizada por cariótipos conservados entre espécies proximamente relacionadas, bem como por intensa variabilidade intergenérica, o que dificulta o estabelecimento de suas relações evolutivas por bandeamentos clássicos. A partir da análise comparativa de cariótipos com bandeamento G tem-se tentado estabelecer relações entre as várias espécies da família. Entretanto, a similaridade entre bandas não homeólogas dificulta o esclarecimento da história evolutiva de segmentos cromossômicos. Recentes estudos têm contornado este problema através do emprego da pintura cromossômica para a detecção de segmentos sintênicos entre espécies. Dessa forma, neste trabalho foi realizada a pintura cromossômica comparativa para a identificação de homeologias cromossômicas entre cinco espécies, pertencentes a três subfamílias de Phyllostomidae. A partir do emprego de sondas cromossômicas totais de Phyllostomus hastatus (Phyllostominae) e Carollia brevicauda (Carolliinae) foram enfatizados os prováveis eventos ocorridos na diferenciação dos cariótipos de Desmodus rotundus, Diphylla ecaudata e Diaemus youngi (Desmodontinae). As sondas de P. hastatus detectaram 23, 22 e 21 segmentos conservados nos cariótipos de D. rotundus, D. ecaudata e D. youngi, respectivamente, enquanto 28, 27, e 27 segmentos conservados foram respectivamente detectados com sondas de C. brevicauda. Os dados obtidos evidenciaram certa conservação cariotípica entre os membros de Desmodontinae, com D. rotundus apresentando o cariótipo mais rearranjado das três espécies. Com base nas relações evolutivas propostas por dados moleculares, morfológicos e citogenéticos são apresentadas as possíveis seqüências de eventos que ocorreram durante a evolução cromossômica dos morcegos hematófagos. Adicionalmente, o estudo comparativo entre as cinco espécies permitiu concluir que Desmodontinae se apresenta mais proximamente relacionada à subfamília Phyllostominae do que a Carolliinae
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6307
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3736_1.pdf2.42 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.