Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6301
Title: Estudo sedimentológico e evolutivo da Coroa do Avião, Itamaracá-PE
Authors: Nunes Lira, Julianna
Keywords: Granulometria;Evolução sedimentar;Coroa do Avião
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Nunes Lira, Julianna; Luís Fambrini, Gelson. Estudo sedimentológico e evolutivo da Coroa do Avião, Itamaracá-PE. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: A descarga de sedimentos sofrida pelos estuários é de considerável importância na deposição de materiais ao longo do litoral, pois esses sedimentos servem de aporte para as praias próximas as desembocaduras dos rios que formam os mesmos. O Canal de Santa Cruz abriga uma porção de espécies dentro da área de seu estuário e é responsável pela sobrevivência das mesmas e das famílias que sobrevivem da pesca local. Neste ambiente de movimentação das águas, realizado pelas ondas, marés e correntes litorâneas, existe outra estrutura que é resultado do transporte de sedimentos e que abriga aves e crustáceos dentro de seus bancos de areia, resultando numa intensa fauna de microorganismos trazidos pelas águas que servem de alimento para espécies maiores: A Coroa do Avião. Considerada como importante barreira de contenção das águas oceânicas ao chegarem na desembocadura do Canal de Santa Cruz, a Coroa do Avião possui o ambiente propício para a sedimentação destas partículas fluviais ao se encontrarem com as provenientes da Deriva litorânea. Os parâmetros granulométricos e as variações temporais dos sedimentos na área determinam a predominância da fração areia que varia de areia grossa a muito fina dependendo da área de fluxo das águas do Canal de Santa Cruz e do oceano e do domínio dos agentes transportadores que produz sedimentos de variados graus de selecionamento e arredondamento desse material sedimentar. Os resultados mostram que a influência contínua desses sedimentos ao longo dos anos foi positivo para o aumento da área emersa da Coroa do Avião e dos demais bancos de areia mais a sul e também a leste da mesma e onde pode ser observada a sua evolução sedimentar através dos estudos granulométricos e vistas nas imagens usadas para demonstrar as várias fases da pequena ilha
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6301
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2603_1.pdf4.97 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.