Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6203
Title: O litoral de João Pessoa (PB), frente ao problema da erosão costeira
Authors: Maria Moura Reis, Christianne
Keywords: Variações da Linha de Costa; Vulnerabilidade; Erosão costeira
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Moura Reis, Christianne; Henrique de Miranda Lopes Neumann, Virginio. O litoral de João Pessoa (PB), frente ao problema da erosão costeira. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: O litoral do Município de João Pessoa (PB), assim como outras regiões litorâneas do nordeste brasileiro, apresenta problemas erosivos associados à dinâmica natural e à ocupação urbana desordenada ocorrida principalmente a partir da década de 70 do século passado, quando a cidade começou a se expandir em direção às praias. O principal objetivo deste trabalho foi classificar a área de estudo quanto à vulnerabilidade à erosão costeira. Para isso foi realizada a quantificação das variações da linha de costa com base em documentos cartográficos e fotográficos de diversas datas (1969 - 1985 - 2005) e a caracterização das variações morfológicas verticais a partir da realização de perfis topográficos praiais, em treze localidades distribuídas ao longo de dez praias; e ainda, a análise dos sedimentos praiais coletados. Com base nos resultados das variações da linha de costa a médio prazo, foi possível notar o crescimento das áreas com problemas erosivos no litoral de João Pessoa e associá-las à pressão urbana pela qual passou a área de estudo nas últimas décadas. Com relação às variações morfológicas de curto prazo, foi possível identificar várias praias com tendência erosiva (Bessa, Ponta do Cabo Branco, Seixas, Penha e Sol). Os resultados das análises granulométricas revelaram o predomínio de areias finas nos setores com problemas erosivos. No geral, as praias apresentaram distribuições que variaram entre areias médias a finas. Diante dos resultados obtidos com esta pesquisa foi possível identificar áreas com maior ou menor vulnerabilidade à erosão costeira. O sub-setor A (praia do Bessa) apresentou uma vulnerabilidade variando entre moderada a alta; os sub-setores B (praia de Tambaú), C (parte norte da praia do Cabo Branco), E (praia do Arraial e Jacarapé), F (praia do Sol) e G (praia Barra de Gramame) apresentaram um moderado grau de vulnerabilidade. O sub-setor D, incluindo a Ponta do Cabo Branco, a Ponta do Seixas e a Penha, apresentou uma alta vulnerabilidade à erosão costeira. Por fim, constatou-se que as características do meio físico não serviram para evitar o crescimento urbano sobre áreas geologicamente instáveis do litoral de João Pessoa; e que, apesar dos problemas da erosão costeira já instalados, o crescimento da cidade em direção às praias do setor costeiro sul não diminuiu. Para orientar o desenvolvimento urbano nessas áreas, portanto, torna-se imprescindível conhecer o melhor possível o conjunto complexo de processos que ali ocorrem, e que as praias ainda pouco urbanizadas obedeçam a uma faixa maior sem urbanização
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6203
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3905_1.pdf7.8 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.