Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6172
Título: Avaliação molecular da variabilidade genética do banco ativo de germoplasma de melancia do Nordeste brasileiro
Autor(es): Luciene da Silva, Maria
Palavras-chave: Banco de germoplasma;Citrullus;Divergência genética;Marcadores DAF;ISSR
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Luciene da Silva, Maria; Maria Benko Iseppon, Ana. Avaliação molecular da variabilidade genética do banco ativo de germoplasma de melancia do Nordeste brasileiro. 2010. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Com o objetivo de estudar a variabilidade genética entre os acessos de melancia do Banco Ativo de Germoplasma de Cucurbitáceas para o Nordeste Brasileiro (Petrolina PE, Brasil), um levantamento no acervo resultou na localização de 753 acessos (agricultura tradicional, espécies do centro de origem e variedades comerciais) e 300 linhagens (produtos do melhoramento) com dados de passaporte. Destes, 291 foram avaliados quanto à variabilidade genética, com 16 primers DAF e 11 primers ISSR, incluindo dois acessos de melão (Cucumis melo) como grupo externo. Os dados foram analisados no programa NTSYS para a estimativa do coeficiente de similaridade de Jaccard e na obtenção dos dendrogramas pelo método UPGMA. As análises dos dados dos marcadores DAF e ISSR revelaram altos índices de polimorfismo (65,3% e 76,9%, respectivamente). Os marcadores DAF foram pouco informativos na separação dos acessos em grupos, não correspondendo com a taxonomia do gênero Cucumis e Citrullus, porém indicam que há variabilidade expressiva entre os acessos coletados na agricultura tradicional do Nordeste brasileiro, inclusive, mostrando divergência entre os grupos de linhagens analisadas. Os marcadores ISSR revelaram boa precisão na separação das diferentes espécies, sendo determinantes na identificação de polimorfismo e agrupamento dos acessos e linhagens de melancia. Constatou-se grande porcentagem de variação dentro dos quatro conjuntos de germoplasma do banco (76,7%), inclusive identificando que os produtos do melhoramento apresentaram 87,4% de variação dentro dos três grupos de linhagens. Esses resultados indicam que o banco agrega germoplasma muito promissor para dar suporte a programas de melhoramento de melancia no Nordeste Brasileiro. Espacialmente, a maior porcentagem de variação foi encontrada nos acessos coletados dentro de cada Estado (86,1%) e de municípios (76,2%) ou grupos de municípios próximos (73,1%) indicando que há necessidade imperiosa de continuar o resgate de germoplasma de melancia da agricultura tradicional nos Estados e municípios ou grupos de municípios não contemplados nesta pesquisa
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6172
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Genética

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo893_1.pdf4,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.