Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6170
Título: Aspectos hidrogeológicos da bacia sedimentar do Rio do Peixe
Autor(es): CORREIA, Lyndemberg Campelo
Palavras-chave: Transmissividade; Balanço hídrico; Potenciometria; Hidroquímica
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Campelo Correia, Lyndemberg; Geilson Alves Demetrio, José. Aspectos hidrogeológicos da bacia sedimentar do Rio do Peixe. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Este trabalho tem como objetivo o levantamento dos principais aspectos hidrogeológicos da Bacia Sedimentar do Rio do Peixe BSRP, a qual se localiza no estado da Paraíba, abrangendo área total de 1.326,16 km2. A BSRP é constituída por um sistema multi-aqüífero, representado por 04 aqüíferos, sendo estes dispostos, de baixo para cima, na seguinte ordem: Antenor Navarro, confinado, constituído por arenitos finos, médios e conglomeráticos; separados pela camada inferior da Formação Sousa. Em seguida, tem-se o aqüífero Sousa Superior, confinado, constituído por arenitos finos a médios; em seguida tem-se o aqüífero Rio Piranhas, livre, constituído por arenitos médios a grossos; e, finalmente, o Aluvial, igualmente livre, desenvolvido nos aluviões que recobrem o vale do rio do Peixe e seus afluentes. Os principais aspectos hidrogeológicos estudados neste trabalho foram os parâmetros hidrodinâmicos, balanço hídrico, potenciometria, VEN e hidroquímica. A partir do levantamento e seleção dos poços existentes na BSRP, foi possível localizar 328 poços em toda bacia, sendo estes utilizados como base de dados nessa dissertação. Para a determinação da transmissividade representativa do sistema aqüífero, aplicou-se o método da capacidade específica fractal associada ao modelo de Theis. O resultado das análises realizadas sugere para a BSRP a transmissividade média de 4,66×10-04 m2/s. Na elaboração do balanço hídrico utilizaram-se dados de precipitação e temperatura para um período comum representado por uma série histórica de 30 anos (1951 - 1980). A recarga potencial anual obtida para a BSRP, é da ordem de 25,59 Hm3/ano. Os mapas potenciométricos obtidos indicam que o fluxo hídrico subterrâneo é, predominantemente, no sentido de oeste para leste da BSRP. Na avaliação dos recursos renováveis, a partir da análise de mapa potenciométrico, obteve-se uma estimativa para o valor da vazão de escoamento natural (VEN) da ordem de 198.992,16 m3/ano. No tocante à qualidade das águas subterrâneas observou-se que, quando classificadas com base nos valores estimados de Sólidos Totais Dissolvidos (STD), os aqüíferos Antenor Navarro e o Aluvial apresentaram, de forma predominante, ocorrência de água doce
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6170
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Geociências

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2506_1.pdf3,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.