Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/615
Title: Efeito de carrapaticidas químicos e observações citológicas em Metarhizium anisopliae var. acridum
Authors: GUIMARÃES, Amélia Maria Tavares
Keywords: Beauveria bassiana; Cipermetrina High Cis técnica 100 (CHC); Carrapaticida; Metarhizium anisopliae; Amitraz; Boophilus microplus
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Tavares Guimarães, Amélia; Áurea de Luna Alves Lima, Elza. Efeito de carrapaticidas químicos e observações citológicas em Metarhizium anisopliae var. acridum. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: Atualmente o método de maior interesse adotado para o controle de Boophilus microplus, carrapato de um só hospedeiro que acarreta prejuízos globais de milhões de dólares anuais, baseia-se na utilização de fungos entomopatogênicos, sendo Metarhizium anisopliae e Beauveria bassiana os mais utilizados. Este trabalho avaliou a compatibilidade química dos carrapaticidas Cipermetrina High Cis técnica 100 (CHC) e Amitraz sobre M. anisopliae var. acridum. No ensaio químico as concentrações utilizadas foram: 0,20μg; 0,50μg; 1,00μg; 2,00μg; 5,00μg e 10,00μg. Para cada tratamento foram utilizadas cinco repetições e um controle. Os parâmetros analisados foram, a germinação de conídios, o crescimento linear, a esporulação e a condição nuclear. Foi determinada, também a toxicidade. Os menores percentuais de germinação, 49,50%, 58,07% e 51,06% foram observados nos tratamentos com Amitraz nas concentrações 0,20μg; 5,00μg e 10,00μg, respectivamente. O diâmetro da colônia foi afetado no terceiro dia de cultivo (66,67%) na concentração de 0,50μg de CHC. O carrapaticida Amitraz no sexto dia de cultivo na concentração de 10,00μg promoveu um menor percentual de esporulação (33,35%). M. anisopliae var. acridum não apresentou alterações citológicas quando crescido em meio com carrapaticidas. A toxicidade obtida de 46,98% no sexto dia de cultivo, segundo a metodologia utilizada determinou que o produto Amitraz na concentração de 10,00μg é moderadamente tóxico para este fungo. Os resultados obtidos contribuirão para um emprego futuro do controle integrado do B. microplus utilizando-se carrapaticidas químicos e fungos entomopatogênicos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/615
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4415_1.pdf464.93 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.