Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6122
Title: Monitoramento das dunas utilizando o sistema de mapeamento a laser (lidar) aerotransportável: um estudo do campo de dunas do município de Rio do Fogo, RN, Brasil
Authors: Cristina de Souza Matos Carneiro, Marcia
Keywords: Monitoramento temporal;Rio do Fogo-RN-Brasil;LIDAR aerotransportado;Dunas
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cristina de Souza Matos Carneiro, Marcia; Cristina Medeiros de Araújo, Tereza. Monitoramento das dunas utilizando o sistema de mapeamento a laser (lidar) aerotransportável: um estudo do campo de dunas do município de Rio do Fogo, RN, Brasil. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: As dunas costeiras se destacam por atuar na proteção às transgressões do nível do mar e constituem ecossistemas de grande importância e vulnerabilidade às ações naturais e antrópicas, marcadas pelas interfaces de ambientes marinhos e costeiros, depósitos aquíferos, suporte vegetacional e planos de sustentação de diferentes formas de vida. Constata-se, desse modo, a relevância de preservar os campos de dunas. Em ações lentas e constantes, suas formas vão sendo alteradas necessitando de instrumentos de monitoramento que registrem da forma mais breve e antecipada esses processos. Diversos documentos cartográficos atuais e pretéritos são utilizados para o monitoramento; entre eles, destacam-se fotografias aéreas, imagens de satélites, mosaicos de Radar e cartas topográficas que permitem a visualização em duas dimensões. Nas últimas décadas, houve grande avanço tecnológico, tendo-se desenvolvido o mapeamento a laser aerotransportado Light Detection and Ranging (LIDAR) , sistema que captura dados tridimensionais da superfície da Terra por meio de procedimentos automatizados, que aliam precisão e acurácia com redução no tempo da captura e processamento dos dados. O estudo em desenvolvimento fundamentou-se nas Geociências e em Tecnologias da Geoinformação, visando fornecer subsídios à gestão integrada costeira. O objetivo da pesquisa é estudar a tendência de deslocamento do campo de dunas de Rio do Fogo, empregando a tecnologia LIDAR. Nesse sentido, esta pesquisa parte do pressuposto indissociável entre o conhecimento fornecido pelas Geociências e os meios tecnológicos disponibilizados pela Geoinformação para dar suporte às decisões acerca do diagnóstico, planejamento e gestão desses ecossistemas. Como área de estudo dessa dinâmica eólica, identificou-se e selecionou-se o campo de dunas no município de Rio do Fogo RN, Brasil. A zona costeira do Rio Grande do Norte abrange parte das bacias sedimentares Pernambuco-Paraíba e a Potiguar, que pertencem ao conjunto de bacias mesocenozoicas brasileiras que compõem a Província Costeira e a Margem Continental. Especialmente o campo de dunas, objeto deste estudo, é um espaço submetido a diferentes tipos de pressão desde o turismo predatório e a exploração mineral até a especulação imobiliária, intervenções urbanísticas e as próprias dinâmicas físicas naturais. Para o desenvolvimento da pesquisa, realizaramse dois levantamentos aéreos com a tecnologia LIDAR. O primeiro em dezembro de 2001; o outro voo em novembro de 2004, utilizando-se uma aeronave Cessna C180. Esses voos foram controlados e apoiados, em campo, com Global Position System (GPS) geodésico de dupla frequência. Após o processamento dos dados do GPS e levantamento aéreo LIDAR, geraram-se o Modelo Digital do Terreno e o Modelo Digital de Elevação, resultando na confecção da base de dados espaciais, ou seja, dois mapas de monitoramento do deslocamento do campo de dunas; o primeiro na escala de 1:20.000 e o segundo na escala de 1:10.000 com zoom na escala de 1:2.000. Esses mapas possibilitaram a identificação da morfologia das dunas eólicas e uma avaliação centimétrica da evolução espaçotemporal do campo de dunas empregando técnicas de comparação entre diferentes recobrimentos aerofotogramétricos. Os estudos permitiram também a construção de mapa de uso e ocupação do solo; mapa geomorfológico em que se posicionou e identificou a Planície de Acumulação Eólica Dunar, que possibilitou a identificação das unidades morfológicas dos campos de dunas parabólicas ativas e barcanoides dissipadas, parabólicas inativas e com morfologia dissipada e ainda lençóis de areia e terraços marinhos; também a elaboração de perfis. A análise dos documentos produzidos mostrou que as dunas tiveram uma migração horizontal no período de dois anos e onze meses, de 21,51 até 67,8 metros, e uma taxa de deslocamento anual variando de 7,36m/ ano a 23,22 m/ano, enquanto que a taxa de deslocamento horizontal mensal variou num intervalo de 1,25m/ mês a 1,83 m/mês; tendo o volume de sedimentos deslocados de 2001 a 2004 de 44.661.592,58 m3, no sentido predominante do vento SE-NW, ocorrendo, portanto, uma perfeita correlação entre os dados de deslocamento gerados e a direção dos ventos. A pesquisa discute os resultados alcançados e apresenta uma análise tridimensional e multitemporal da área de estudo. A mensuração de alterações na zona costeira pode ser executada mediante as Tecnologias da Geoinformação. No entanto, só com a integração das Geociências, torna-se possível caracterizar e avaliar as mudanças ambientais direcionadas ao desenvolvimento sustentável
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6122
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2515_1.pdf9.12 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.