Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6085
Title: Interação de comunidades rurais com recursos vegetais: o caso dos remanescentes de floresta estacional do Município de Junqueiro (AL-Brasil)
Authors: Luiz da Silva Santos, André
Keywords: Comunidades rurais;Recursos vegetais;Remanescentes florestais;Floresta estacional;Interação pessoas/planta
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Luiz da Silva Santos, André; Cristina Gonçalves Pereira, Eugênia. Interação de comunidades rurais com recursos vegetais: o caso dos remanescentes de floresta estacional do Município de Junqueiro (AL-Brasil). 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Este trabalho procurou destacar a importância sócio-ambiental dos remanescentes da Floresta Estacional Decidual do município de Junqueiro/AL. Levando em consideração o papel central da população local no conhecimento da utilização e na conservação dos recursos vegetais, a pesquisa teve por objetivos: realizar um levantamento das espécies de plantas utilizadas pela população; destacar a importância dessas espécies para as comunidades rurais; apontar alternativas para a conservação dos fitorecursos. Para atender os objetivos propostos o trabalho foi estruturado em cinco capítulos. No capítulo I, que trata da construção da paisagem através do manejo dos recursos naturais e a valorização do etnoconhecimento, foram abordadas as relações humanas com os recursos naturais sob a perspectiva do manejo. Discutiu-se o uso do solos/degradação ambiental; a produção do espaço geográfico e a perda do conhecimento tradicional e, por fim, a valorização do espaço através da etnoecologia. No capítulo II, que trata da expansão da cana-de-açúcar no espaço alagoano e suas conseqüências sobre o meio ambiente e a identidade cultural, foram conhecidos os fatores responsáveis pela expansão da cultura, o papel do condicionante natural e a conjuntura internacional propícia à expansão do setor sucroalcooleiro. O domínio da monocultura açucareira, através dos incentivos federais (IAA, PLANALSUCAR e PRÓALCOOL), suprimiu grande parte da cobertura vegetal original do território alagoano, repercutindo também na identidade cultural. O capítulo III aborda a fragmentação florestal decorrente do uso do solo e do processo de degradação ambiental no município de Junqueiro/AL. O zoneamento do meio físico permitiu relacioná-lo às atividades humanas desenvolvidas (uso do solo) e posse da terra, responsáveis pela degradação ambiental que afetam diretamente as florestas e é causa de sua diminuição. No capítulo IV, que aborda a interação de comunidades rurais com recursos vegetais, foi realizado um levantamento geral das espécies úteis encontradas nos remanescentes de floresta estacional de Junqueiro/AL. Foram citadas 114 plantas, distribuídas em 50 famílias, agrupadas segundo sua utilidade em nove categorias (tecnológico, medicinal, combustível, construção doméstica, construção rural, alimento humano, alimento animal, místico-religioso e outros usos). O capítulo V foi direcionado à ocorrência do S. commune, por não haver registro do uso deste fungo como abortivo em comunidades rurais do Nordeste do Brasil. Os remanescentes florestais estudados revelaram ser uma importante fonte de recursos naturais, suprindo a necessidade da população aonde as políticas públicas não chegam
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6085
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3530_1.pdf2.32 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.