Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6073
Title: Análise da diversidade genética entre genótipos de Mamona (Ricinus communis Euphorbiaceae) através de Fingerprinting de DNA com marcadores AFLP e ISSR
Authors: Selmo de Vasconcelos Júnior, Santelmo
Keywords: marcadores dominantes;melhoramento vegetal;perfis multilocus;variabilidade molecular
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Selmo de Vasconcelos Júnior, Santelmo; Christina Brasileiro Vidal, Ana. Análise da diversidade genética entre genótipos de Mamona (Ricinus communis Euphorbiaceae) através de Fingerprinting de DNA com marcadores AFLP e ISSR. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A mamoneira (Ricinus communis L.) é uma das oleaginosas cultivadas mais importantes em todo o planeta, e no Brasil, uma das principais aplicações para o óleo de rícino é a produção de biodiesel. Apesar da grande importância da cultura para o Nordeste brasileiro, pouco é conhecido a respeito da diversidade genética de genótipos adaptados às condições ambientais encontradas na região. Com o intuito de prover informações acerca dos níveis de diversidade genética de acessos de mamona provenientes da Embrapa Algodão, perfis de fingerprinting de DNA foram descritos utilizando marcadores AFLP e ISSR. A partir da amplificação de 749 marcas no total (496 de AFLP e 253 de ISSR), foi observado o total de 53,4% de bandas polimórficas (44,4% para o AFLP e 71,1% para o ISSR). O AFLP apresentou a média mais alta de fragmentos amplificados por combinação de primers (33,1) em comparação com os primers únicos de ISSR (16,9). As médias obtidas para os índices PIC e MI foram mais altas para os primers de ISSR. No entanto, a média mais alta de RP foi observada para as combinações de primers de AFLP. Uma forte correlação positiva foi observada entre os parâmetros calculados, indicando a validade dos índices para a escolha de marcadores AFLP e ISSR informativos. Os valores de dissimilaridade genética entre os acessos variaram de 0,104 a 0,312 (AFLP), de 0,156 a 0,454 (ISSR) e de 0,143 a 0,339 (AFLP+ISSR). Em relação à análise fenética, os 27 genótipos analisados dividiram-se em cinco grupos principais, os quais, no entanto, não apresentaram indícios de estruturação (Fst = 0,108), com maior variação dentro dos grupos (89,2%) sendo muito superior em relação à variação entre grupos (10,8%). Apesar dos indícios de baixa diversidade genética e ausência de estruturação entre os acessos, a associação de marcas específicas a determinados genótipos de mamona revelam o potencial da aplicação das metodologias de fingerprinting de DNA para acessar a variabilidade existente na espécie. Adicionalmente, a descrição de primers capazes de gerar várias marcas polimórficas capazes de diferenciar genótipos fornece subsídios para o melhor direcionamento de cruzamentos entre acessos com características de interesse
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6073
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3084_1.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.