Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/598
Título: A dádiva e a vivência religiosa: implicações da religiosidade no desenvolvimento de práticas sociais solidárias na comunidade
Autor(es): Maria Rosinha Barbosa, Rubenilda
Palavras-chave: Dádiva; Solidariedade; Reciprocidade; Religião; Sociabilidade; Subjetividade
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Rosinha Barbosa, Rubenilda; Figueroa de Medeiros, Bartolomeu. A dádiva e a vivência religiosa: implicações da religiosidade no desenvolvimento de práticas sociais solidárias na comunidade. 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: Analiso, à luz de uma abordagem sócio-antropológica, as diferenças apresentadas numa pesquisa desenvolvida com dois grupos de mulheres, engajadas em atividades de apoio e/ou assistência às camadas de baixa renda nos bairros que residem. A referida pesquisa visou a capacitar e avaliar o desempenho dessas mulheres, no desenvolvimento de atividades de apoio, escuta e/ou encaminhamento a um profissional, psicólogo ou psiquiatra, às pessoas do bairro que estivessem necessitadas. As diferenças, entre os grupos, ocorreram na disponibilidade de prestar serviços voluntários à comunidade. Ao procurar os fundamentos para o desenvolvimento dessas atividades solidárias, ancorei-me em três eixos teóricos: a) A Dádiva e a Reciprocidade; b) As Ciências Sociais e a Religião; c) A Solidariedade, Sociabilidade e Subjetividade. Na análise qualitativa do material, segui o caminho proposto pelo Interacionismo Simbólico, através da Análise de Conteúdo, História de Vida Tópica e da Comparação inter e intra grupos. Constatei que as diferenças resultaram da convivência, por um dos grupos, numa sociabilidade construída na partilha e na solidariedade que, por sua vez, influenciou na construção de uma subjetividade que valoriza práticas sociais solidárias. Nesse sentido, acredito que a convivência em grupos e associações religiosas ou laicas que privilegiam práticas sociais solidárias, poderá produzir, nos seus membros, atributos compatíveis com uma Personalidade Ética. Sugiro que sejam desenvolvidas mais investigações para referendar ou não esses achados
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/598
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Antropologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4368_1.pdf1,71 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.