Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5955
Título: Análise Ergonômica do Trabalho de Manutenção de Linhas de Transmissão
Autor(es): de Santana Mendonça, Saul
Palavras-chave: Ergonomia;LER/DORT;Segurança;Produção;Manutenção
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: de Santana Mendonça, Saul; Marcio Soares, Marcelo. Análise Ergonômica do Trabalho de Manutenção de Linhas de Transmissão. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: A atividade de manutenção de linhas de transmissão de energia elétrica permanece à margem dos estudos ergonômicos que melhoram eficiência e qualidade operacionais. As referências são escassas. Nos artigos internacionais, encontra-se indicações de risco elevado de DORT para a atividade. Percebe-se a ausência destas referências nos manuais de intervenção em sistemas energizados. Este estudo analisou as condições de trabalho nesta atividade. Os objetivos específicos desta dissertação foram analisar os aspectos físicos, cognitivos e psíquicos do trabalho. Motivou-se pelo interesse da entidade sindical e foi delineado como exploratório, através de estudo de caso e revisão bibliográfica. O estudo foi realizado com uma equipe da Chesf, onde simulações apontaram para 5400 incidentes, demonstrando existirem desequilíbrios na interface homens-máquinas-tarefas. Os dados foram levantados através de entrevistas, questionários e observações e analisados qualitativa e quantitativamente. Os fundamentos teóricos estão na Teoria Geral dos Sistemas. Para a análise realizada foi utilizada a metodologia do sistema homem-tarefa-máquina, proposta por Moraes & Mont"alvão (2000). Segundo o qual o sistema é formado por partes interagentes, segundo plano ou princípio, para atingir um fim. A questão-problema foi "quais são as cargas e custos humanos do trabalho associados às atividades de manutenção de linhas de transmissão de energia elétrica em voltagens acima de 230kV?". Os resultados confirmam o risco de DORT, além de queda e choque. Revezamentos e pausas impedem (retardam) manifestação dos males no grupo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5955
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7515_1.pdf6,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.