Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5931
Título: Estudo comparativo entre três metodologias de intervenção ergonomizadora : proposta preliminar para um modelo híbrido de intervenção
Autor(es): D'Garcia de Araújo Silva, Germannya
Palavras-chave: Análise Macroergonômica do Trabalho
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: D'Garcia de Araújo Silva, Germannya; Marcio Soares, Marcelo. Estudo comparativo entre três metodologias de intervenção ergonomizadora : proposta preliminar para um modelo híbrido de intervenção. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Resumo: A Norma Regulamentadora de número 17 em seu subitem 17.1.2 diz que para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho conforme estabelecido nesta NR . Este item é considerado impreciso pelo próprio Ministério do Trabalho e Emprego, a partir da publicação Manual deAplicação da Norma Regulamentadora N º17 , pág. 15, 2002, pois de acordo com a referidnorma, observa-se que a partir da exigência da aplicação da análise ergonômica do trabalho, não existe um procedimento padrão que defina as etapas mínimas que devem compor taintervenção. Constatou-se, a partir de uma revisão de literatura, que existem no país três metodologias padrões de intervenção ergonomizadora aplicados pelos pesquisadores brasileiros. Isto se dá em função de sua formação e linhas de atuação. Esta dissertaçãoapresenta uma proposta preliminar de modelo híbrido de intervenção ergonomizadora baseadano estudo comparativo das três metodologias mais usadas no Brasil. As metodologias identificadas como sendo as mais usadas foram: a metodologia de Abordagem Sistêmica do Sistema x Humano x Tarefa x Máquina; a metodologia de Análise Ergonômica do Trabalho e a metodologia de Análise Macroergonômica do Trabalho. Todas estas metodologias são aplicadas pelos seus autores em seus trabalhos de orientação acadêmica e consultorias. Pretendeu-se com esta pesquisa: [i] identificar as etapas constantes de cada metodologia epará-las com as demais; [ii] apresentar um fluxograma das etapas a partir da releitura de cada metodologia; [iii] apresentar uma proposta preliminar de modelo híbrido de intervenção ergonomizadora baseada na Análise de Conteúdo (Bardin, 2000) das etapas e resultados convergentes e divergentes de cada metodologias. O trabalho desenvolveu-se a partir de quatro vertentes [i] a revisão da literatura; [ii] acontextualização dos métodos utilizados pela ergonomia para o desenvolvimento de suas pesquisas; [iii] a aplicação de entrevistas com os autores, [iv] a análises de casos práticos representativos de cada metodologia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5931
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7479_1.pdf4,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.