Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/590
Title: Herbivoria, quantidade e qualidade de recursos em Calotropis procera (AIT.) R. BR. (Apocynaceae)
Authors: Fernanda Rodrigues Menelau, Maria
Keywords: Hipótese da concentração dos recursos;Hipótese da disponibilidade dos recursos;Interação planta-herbívoro;Planta invasora;Semi-árido
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Fernanda Rodrigues Menelau, Maria; Silva de Almeida Cortez, Jarcilene. Herbivoria, quantidade e qualidade de recursos em Calotropis procera (AIT.) R. BR. (Apocynaceae). 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A presença de insetos herbívoros está primariamente limitada pela presença de sua planta hospedeira. Neste manuscrito foram testadas três hipóteses que foram utilizadas para tentar explicar como é mediada a herbivoria em plantas de Calotropis procera (Ait.)R.Br. numa área de Caatinga. São elas: 1) Hipótese da distribuição espacial da planta hospedeira; 2) Hipótese do tamanho da planta; e 3) Hipótese da qualidade nutricional. A hipótese para estas plantas era de que manchas com mais indivíduos de C. procera, estes indivíduos mais altos e em maior densidade e com o solo com maior concentração de nutrientes, apresetassem maioes abundâncias de lagartas Danaus spp. e apresentassem maiores perdas foliares pela herbivoria. Os resultados mostraram que a abundância de lagartas Danaus spp. apresentou uma relação significativamente positiva com o tamanho da mancha, altura dos indivíduos e concentração de fósforo no solo. E uma relação negativa com a densidade das plantas. As concentrações de nitrogênio e potássio não exerceram nenhum efeito na abundância das lagartas. Os resultados para os fatores que influenciam a herbivoria foliar de C. procera, por Danaus spp. e outros possíveis herbívoros de vida livre, observamos uma relação positiva entre a porcentagem de herbivoria com tamanho da mancha e altura dos indivíduos e, uma relação negativa entre porcentagem de herbivoria e densidade e concentrações de nitrogênio e potássio no solo. Conclui-se neste trabalho que atributos da mancha e da planta como tamanho da mancha, altura e densidade dos indivíduos, concentração de nutrientes do solo agem juntos na atração dos herbívoros e na herbivoria foliar em C. procera na área estudada
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/590
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4321_1.pdf6.83 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.