Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/581
Title: Ecologia trófica das anêmonas-do-mar Anthopleura cascaia e Anthopleura krebsi (cnidaria: anthozoa) em duas praias de Pernambuco, Brasil
Authors: SILVA, Janine Farias da
Keywords: Actiniaria; Dieta; Sobreposição de nicho; Recifes; Nordeste do Brasil
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Farias da Silva, Janine; Daniel Pérez, Carlos. Ecologia trófica das anêmonas-do-mar Anthopleura cascaia e Anthopleura krebsi (cnidaria: anthozoa) em duas praias de Pernambuco, Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Estudos sobre ecologia trófica são fundamentais para a compreensão do papel que as espécies representam no ecossistema. As anêmonas-do-mar são importantes componentes dos ambientes recifais, porém poucos estudos abordam a relação entre a anêmona e sua presa. Assim, foram estudadas as espécies Anthopleura cascaia e Anthopleura krebsi ao largo da praia dos Carneiros e em Piedade, litoral sul de Pernambuco, para avaliar a dieta, grau de seletividade alimentar e sobreposição de nicho. Foram realizadas coletas bimestrais entre os meses de março de 2007 e fevereiro de 2008. O conteúdo gástrico encontrado foi triado, contabilizado, medido e identificado. A partir dessa análise, foram obtidos valores da abundância absoluta e relativa, riqueza, diversidade e freqüência de ocorrência de presas. As abundância e riqueza foram comparadas pelo teste Log linear. A correlação de Spearman foi usada para verificar a relação entre (a) o tamanho das anêmonas e de suas presas e (b) a abundância das presas no ambiente e na cavidade gástrica. O teste GLM ANOVA foi aplicado para testar a seletividade pelo tamanho das presas. O tamanho médio das anêmonas e o de suas presas foi comparado pelo teste t. A sobreposição de nicho foi estimada através dos índices de similaridade qualitativa (Jaccard) e quantitativa (Morisita). A. cascaia mostrou-se com um maior tamanho que a A. krebsi, e uma maior riqueza de itens de presa, 26 em Piedade e 16 em Carneiros. Na praia dos Carneiros as principais presas de A. cascaia foram juvenis do bivalve Brachidontes solisianus e o cirripédio Chthamalus bisinuatus. Em Piedade o padrão se repetiu, no entanto, o cirripédio teve abundância menor. Houve diferença significativa na diversidade das presas encontradas nas cavidades gástricas entre as praias e também entre os períodos seco e chuvoso. A. krebsi utilizou 12 itens de presas na praia dos Carneiros e 10 em Piedade. B. solisianus foi o mais abundante e também o mais frequente entre as presas de A. krebsi tanto na Praia dos Carneiros quanto em Piedade. A análise qualitativa da sobreposição dos nichos mostrou uma baixa similaridade entre as praias e entre as espécies. No entanto, em uma análise quantitativa foi observada uma elevada similaridade entre as situações. A. krebsi teve um espectro menor de presas, se alimentando com predomínio de Brachidontes spp. em ambas as praias. Apesar da sobreposição parcial no nicho alimentar das espécies com predomínio das mesmas presas na alimentação de A. cascaia e A. krebsi, é possível que isto não represente uma competição forte pelos recursos alimentares já que as presas são abundantes no meio. Tanto a A. cascaia quanto a A. krebsi seriam polífagas, com predomínio de moluscos e crustáceos em sua dieta. Apesar dos resultados mostrarem que as espécies seriam seletivas, a pouca mobilidade das mesmas e o aproveitamento de juvenis de espécies bentônicas parece indicar que as anêmonas em estudo seriam passivas dependendo da ação de ondas ou outros invertebrados para tornarem suas presas disponíveis
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/581
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1225_1.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.