Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5754
Título: Modelos de decisão para dimensionamento de equipes de manutenção
Autor(es): FERREIRA, Rodrigo José Pires
Palavras-chave: Planejamento da Manutenção; Dimensionamento de Equipes; Teoria das Filas; Teoria da Decisão
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: José Pires Ferreira, Rodrigo; Teixeira de Almeida, Adiel. Modelos de decisão para dimensionamento de equipes de manutenção. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: O dimensionamento de equipes de manutenção é uma decisão que deve determinar uma quantidade apropriada de técnicos, propiciando um número ótimo para as equipes de manutenção, visando à minimização de custos para atender níveis satisfatórios de disponibilidade do sistema. Sistemas de manutenção podem ser comparados com sistemas de filas, onde os equipamentos são clientes que vão solicitar atendimento quando sofrem algum dano, e os técnicos de manutenção representam os servidores das equipes de manutenção. Tais sistemas exigem atenções intensas em relação a aspectos importantes, além de se fazer necessária uma análise econômica das medidas de desempenho do sistema. Nesse contexto, este trabalho traz uma contribuição, sob uma perspectiva de uma abordagem clássica de pesquisa operacional, que propõe uma metodologia capaz de apresentar medidas de desempenho importantes, fonte para uma posterior tomada de decisão e um eficaz controle do sistema de filas, suportada por uma análise econômica que vislumbra um procedimento estruturado para proceder na escolha do tamanho da equipe. A dificuldade de executar uma análise direta dos elementos do sistema, e a importância em proceder com tal análise em virtude das conseqüências envolvidas é o que fundamenta o desenvolvimento do trabalho. Uma metodologia que trate adequadamente os aspectos relacionados e características do sistema é uma necessidade para um processo de escolha adequado. Baseados na problemática foram apresentados modelos analíticos utilizando uma abordagem de teoria das filas integrando conceitos de engenharia de manutenção, aspectos de confiabilidade e mantenabilidade, como também disciplina de prioridades e uso do conhecimento a priori, aplicados ao contexto de dimensionamento de equipes de manutenção. Em seguida foram realizadas aplicações numéricas, possibilitando uma visualização direta dos modelos apresentados bem como suas interpretações econômicas e análise de sensibilidade dos parâmetros
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5754
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7331_1.pdf2,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.