Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5750
Título: Classificação e caracterização geotécnica de dois movimentos de massa no estado de Pernambuco
Autor(es): Vinicius Melo Neto, Marcus
Palavras-chave: Movimentos de massa; Estabilidade de taludes
Data do documento: 2005
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Vinicius Melo Neto, Marcus; Quental Coutinho, Roberto. Classificação e caracterização geotécnica de dois movimentos de massa no estado de Pernambuco. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, 2005.
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo principal a classificação e caracterização geotécnica de dois movimentos de massa que aconteceram no estado de Pernambuco, na encosta Espinhaço da Gata e na encosta Alto do Reservatório. Tal estudo visa a realizar a classificação dos movimentos, aplicando a terminologia sugerida pela IAEG (1990), a qual é consistente com a terminologia do Grupo de Trabalho da UNESCO e presente em CRUDEN e VARNES (1996), e, também, visa à aplicação dos conceitos e do modelo de caracterização geotécnica de LEROUEIL (1996 a 2004) às encostas, definindo-se as folhas modelos de caracterização geotécnica para cada um dos estágios dos movimentos presentes nos respectivos movimentos. Do estudo da encosta do Espinhaço da Gata, conseguiu-se obter o diagrama aproximado do movimento, obtendo-se suas características e geometria, e, se chegando ao volume estimado de material deslocado, 113.826,45m3. O movimento do Espinhaço da Gata foi definido como um escorregamento de terra translacional, inativo adormecido como estado da atividade, distribuição retrogressiva e estilo da atividade único/isolado. A velocidade do deslizamento foi estimada como lenta quando se tratou de uma possível primeira parte do escorregamento, e moderada para a segunda parte ou quando se considerou que o movimento se deu em uma única etapa. O modelo de caracterização de LEROUEIL foi aplicado com sucesso, com a definição justificada dos três eixos da matriz e a obtenção das folhas modelo de caracterização para os estágios da pré-ruptura e ruptura. No Alto do Reservatório, realizou-se o estudo dos movimentos que ocorreram em duas das suas encostas, a Noroeste e a Sul, cujos movimentos foram classificados como fissuração sucessiva, ruptura local e escorregamento de terra inativo adormecido, com a superfície de ruptura avançando na direção do deslizamento, respectivamente. A velocidade do movimento da encosta Noroeste foi estimada como lenta e da Sul como moderada e, da mesma forma que para o Espinhaço da Gata, o modelo de caracterização de LEROUEIL foi aplicado aos dois movimentos, com sucesso, permitindo-se que, ao final de cada estudo, fossem obtidas as folhas modelo de caracterização para o estágio da pré-ruptura, na encosta Noroeste, e, para os estágios da pré-ruptura e ruptura, na encosta Sul
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5750
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6478_1.pdf7,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.