Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5721
Title: Desempenho de um sistema de lagoas de estabilização na redução da carga orgânica do percolado gerado no aterro da Muribeca (PE)
Authors: Maria Rodrigues Rocha, Elisangela
Keywords: Chorume; Lagoas de estabilização; Aterro
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Rodrigues Rocha, Elisangela; Fernando Thomé Jucá, José. Desempenho de um sistema de lagoas de estabilização na redução da carga orgânica do percolado gerado no aterro da Muribeca (PE). 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: O estudo foi realizado na Estação de Tratamento de Chorume (ETC) do Aterro da Muribeca (PE), o qual recebe os resíduos das cidades de Recife e Jaboatão dos Guararapes. O objetivo foi analisar o comportamento do Sistema de Lagoas de Estabilização para remoção da matéria orgânica presente no percolado da ETC, a partir das análises dos parâmetros fisicos-químicos: DBO5, DQO e Sólidos Suspensos de cada lagoa. Além dos parâmetros físico-químicos, foi analisado, o pH de cada lagoa, a influência da precipitação na vazão de entrada na ETC, bem como, os parâmetros como: tempo de detenção hidráulico (TDH), coeficiente de remoção (K) em termos de DBO5 e DQO, carga orgânica (Λv) e taxa de aplicação de superficial (Ls). Os resultados mostraram que, o percolado é um efluente com pH alcalino e caracterizou-se, quanto à relação DBO5/DQO, como um efluente de medianamente a difícil biodegradabilidade. A vazão influenciou diretamente e paulatinamente na vazão, e consequentemente na carga orgânica volumétrica e superficial das lagoas, bem como, no tempo de detenção hidráulico calculado. Os melhores tempos de detenção hidráulicos calculados foram: Lagoa de Decantação =10,1 dias; Lagoa Anaeróbia = 7 dias; Lagoa Facultativa 1 = 7,2 dias; Lagoa Facultativa 2 = 8,3 dias e Lagoa Facultativa 3 = 9,4 dias. Ressalta-se que estes tempos de detenção encontrados foram considerando a vazão média das coletas semanais de 232,80 m3/dia. Os coeficientes de remoção (K) em termos de DBO5 e DQO para cada lagoa variaram entre, 0,079 e 0,384, para DBO5, e, entre 0,104 e 0,399 para DQO. A carga orgânica volumétrica média encontrada para o período de janeiro a maio de 2004 foi 981,77 Kg DBO5/ m3*dia, enquanto que, a taxa de aplicação superficial para as lagoas facultativas foi 733,63 Kg DBO5/ há*dia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5721
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6384_1.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.