Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5604
Título: Avaliação da evapotranspiração de referência (ETo) na Bacia experimental do Riacho Gameleira - PE, utilizazndo lisímetro de pesagem hidráulica e métodos indiretos
Autor(es): Maria Maciel de Oliveira, Leidjane
Palavras-chave: Lisimetria; Pesagem hidráulica; Balanço hídrico
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Maciel de Oliveira, Leidjane; Maria Gico Lima Montenegro, Suzana. Avaliação da evapotranspiração de referência (ETo) na Bacia experimental do Riacho Gameleira - PE, utilizazndo lisímetro de pesagem hidráulica e métodos indiretos. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: A evapotranspiração é de suma importância ao balanço hídrico, originando demandas crescentes de informações quantitativas que proporcionem o planejamento hídrico de forma sustentável. Este trabalho determina a evapotranspiração de referência (ETo) na bacia experimental do riacho Gameleira PE, utilizando lisímetro de pesagem hidráulica e métodos indiretos. A bacia experimental do riacho Gameleira está inserida na bacia do rio Tapacurá, localizada na parte Nordeste da Mesoregião Geográfica do Agreste do Estado de Pernambuco, nas coordenadas UTM 245.186 E; 9.108,157 N; 248.694 E e 9.103,632 N no meridiano central 25, incluindo a estação climatológica da Escola Agrotécnica Federal de Vitória de Santo Antão PE. O lisímetro instalado é do tipo pesagem hidráulica com pistão de mercúrio, área superficial de 1,52 m2 e profundidade de 0,80 m. A análise estatística foi feita nas escalas diária e pentada. A resposta das células de carga hidráulica às massas-padrão aplicadas na calibração foi linear, com coeficiente de determinação na faixa de 0,9993 a 0,9999 e erro padrão da estimativa na faixa de 0,60 a 1,45 mm dia-1 na escala diária. A resolução do lisímetro é de 0,1543 mm de ETo. O erro médio posicional obtido foi de 2,31%. A relação área de borda e superfície é de 18%. O coeficiente de calibração (k) de 2,13513 mm kg-1 define que cada mm de ETo ocorrido no tanque corresponde a uma variação de leitura no manômetro de 3,24 mm. Foi feita avaliação de desempenho entre o lisímetro como padrão e os métodos indiretos tanque Classe A, Camargo, Makkink, Radiação Solar, Jensen-Haise, Hargreaves-Samani, Blaney- Criddle, Penman e Penman-Monteith. O método da Radiação Solar foi o que apresentou melhor índice de desempenho em relação ao lisímetro e o método padrão da parametrização da FAO Penman-Monteith apresentou desempenho bom nas escalas diária e pentada
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5604
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6230_1.pdf3,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.