Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5575
Título: Avaliação de eficiência das unidades de saúde do Município de Mossoró-RN, no ano de 2008 a 2009
Autor(es): Lima da Costa, Sildacio
Palavras-chave: SMARTS;Unidade Básica de Saúde;DEA
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Lima da Costa, Sildacio; Maria de Miranda Mota, Caroline. Avaliação de eficiência das unidades de saúde do Município de Mossoró-RN, no ano de 2008 a 2009. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: Este trabalho traz uma proposta relacionada com as políticas da Nova Gestão Publica que é avaliação do setor público com ferramentas utilizadas de eficiência na iniciativa privada. Nesse caso verifica-se as unidades básicas de saúde (UBS) do município de Mossoró-RN nos anos de 2008 e 2009 para avaliar a eficiência de alocação dessas unidades. Para a realização desta avaliação usou-se de ferramental de pesquisa operacional. Foram realizados uma série de testes e analisados a evolução dos resultados de um para o outro. Inicialmente foi aplicado teste somente com DEA (Análise por Envoltória de Dados) apresentando um número, consideravelmente, alto de unidades eficientes em relação ao universo e uma média de eficiência muito baixa. Buscando trabalhar os resultados empregou-se, posteriormente, o método de seleção de variáveis Stepwise, após esta aplicação apurou-se resultados, viu-se aumento das unidades básicas eficientes, que isso do ponto de vista da avaliação de eficiência técnica não é bom indicador, pois pode destorcer a realidade, bem como o aumento considerável da eficiência média. Na ocasião de aproximar os números a realidade dos usuários decidiu-se posteriormente, partir para comparação da análise, com inferências dos decisores, foi realizado uma introdução de restrições nas variáveis com aplicação do método SMARTS (Simple-Attribute Rating Technique) e novamente com essas restrições através de coleta qualitativa é aplicado um novo DEA com restrições criadas pelo SMARTS, porém estas restrições necessitaram de redução de folgas. Realizada então para colocar as restrições destro das fronteiras já criadas, uma regressão linear para redução das folgas e partir dessas novas condições, a avaliação passa a ser por tipo de procedimentos utilizados nas unidades de saúde e não por unidade básicas de saúde, dando oportunidade de uma unidade ser eficiente por serviços separadamente. Esta análise distribui melhor a eficiência técnica e consegue responder a proposta do trabalho, encontrando um serviço eficiente por unidade básica, chegando a ter mais de um tipo de serviço eficiente por unidade básica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5575
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7058_1.pdf991,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.