Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5564
Título: Estudo de um processo de combustão de gás totalflex para calcinação da Gipsita em regiões remotas
Autor(es): Eduardo Alves Olinda de Souza, Marcelo
Palavras-chave: GLP; Gás natural; Combustão; Calcinação; Gesso; Engenharia Mecânica
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Eduardo Alves Olinda de Souza, Marcelo; Hideki Shinohara, Armando. Estudo de um processo de combustão de gás totalflex para calcinação da Gipsita em regiões remotas. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: A produção industrial de gesso (CaSO4. 1/2H2O) no Brasil é realizada pelo método de desidratação (calcinação) da gipsita natural (CaSO4. 2H2O), utilizando calor de queima essencialmente de combustíveis sólidos (lenha local, coque de petróleo) e líquidos (óleo BPF, óleo alternativo). Aumento constante no preço da matriz energética tem motivado as calcinadoras buscarem combustíveis mais baratos. Por exemplo, em função do elevado custo de combustíveis de origem fosseis recentemente as calcinadoras estão utilizando lenha do Semi-Árido no sertão Nordestino brasileiro e contribuindo para o aumento da desertificação da região. O uso de combustíveis sólidos tais como coque de petróleo, resulta em emissão de gases nocivos que podem causam um grande impacto ambiental devido emissão de SOx, NOx. Entretanto, devido ao envolvimento de vários parâmetros de calcinação, o controle é de alta complexidade, muitas vezes gerando produtos de qualidade não homogênea. Foi realizado um estudo da viabilidade econômica e tecnológica para a combustão de gases (GN+GLP) visando à geração de calor em regiões remotas para a calcinação da gipsita para produção de gesso, calculando as propriedades térmicas da combustão da mistura do Gás Natural e GLP em diferentes proporções utilizando um software comercial Acomb5 (IPT) e medição experimental de PCSs de combustíveis líquidos e sólidos utilizados no pólo gesseiro. Estes resultados auxiliarão na redução do impacto ambiental minimizando o avanço da desertificação devido a derruba de árvores locais para queima visando à geração de calor, a queima dos gases em contato direto com o produto a aquecer decorrente de uma combustão limpa, com isto, não haveria contaminação do produto, gerando assim uma produção de gesso com qualidade controlada
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5564
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Mecânica

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7616_1.pdf2,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.