Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5541
Título: Modelo de suporte a decisão para o estabelecimento de uma política de substituição no contexto de equipamentos hospitalares
Autor(es): ARAÚJO, Humberto de Alencar Belém Tavares
Palavras-chave: Substituição; Equipamento Hospitalar; Teoria da Ultilidade Multiatributo
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: de Alencar Belém Tavares Araújo, Humberto; Alexandre Virgínio Cavalcante, Cristiano. Modelo de suporte a decisão para o estabelecimento de uma política de substituição no contexto de equipamentos hospitalares. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: O estudo do emprego de atividades de manutenção no contexto hospitalar ainda é embrionário, se comparado à manutenção em instituições não hospitalares. Os Equipamentos Médico-Hospitalares (EMH) operam diretamente ou indiretamente no paciente; uma falha poderá causar grandes consequências, não somente financeiras, para aquele que fornece o serviço, mas também para a saúde do paciente que recebe o serviço. Desse modo, o gerenciamento adequado dos EMHs tem elevada importância nesse ambiente. Apesar dessa importância, poucas pesquisas têm sido desenvolvidas para ajudar o decisor. Percebe-se, então, a necessidade de construção de ferramentas voltadas especificamente para o EMH. Uma das atividades praticadas normalmente e que contribuem para o gerenciamento é a substituição. Ela é frequentemente empregada de maneira subjetiva, através basicamente pela experiência. A decisão de substituir um equipamento médico é uma decisão complexa que envolve diversos fatores subjetivos e qualitativos, o que torna impossível um decisor criar um modelo mental para relacionar tais fatores e determinar a melhor ação para o problema. Assim, existe a necessidade de um modelo que apóie o decisor para determinar qual a melhor ação a ser empregada. Entende-se que a melhor ação nesse contexto é determinar quando deverá substituir o equipamento em questão. Diante das deficiências e da escassez de trabalhos referentes ao tratamento do problema de decisão, nesta dissertação foi proposto um modelo baseado na teoria da utilidade multiatributo (MAUT) para relacionar fatores conflitantes e complexos que influenciam na decisão de quando substituir, satisfazendo os reais objetivos do decisor quanto à prática dessa atividade. O modelo foi estruturado em etapas, com base na metodologia do Value-Focused Thinking. Dessa maneira, a intenção é obter uma função utilidade global, partindo-se de insights de um processo de estruturação bastante pertinente, para que se possa representar mais apropriadamente as preferências do decisor em termos dos critérios de decisão. Finalmente, obtida a função utilidade global, é feita a maximização de tal função, a fim de se obter a política ótima de substituição, ou seja, determinar em qual ano o equipamento deverá ser substituído. O modelo foi simulado por meio de um estudo de caso de substituição do tomógrafo computadorizado com dados reais e apresentou resultado compatível com a realidade, podendo ser considerado como mais uma ferramenta de grande valia para o decisor utilizar na prática
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5541
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo604_1.pdf2,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.