Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5291
Title: Infiltração de água e emissão de metano em camadas de cobertura de aterros de resíduos sólidos
Authors: Lucia Lopes, Regia
Keywords: Camada de cobertura;Camada metanotrófica;Infiltração;Emissão de metano;Oxidação de metano'
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lucia Lopes, Regia; Fernando Thomé Jucá, José. Infiltração de água e emissão de metano em camadas de cobertura de aterros de resíduos sólidos. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A disposição de resíduos sólidos em aterros sanitários necessita de tecnologias que minimizem os impactos ambientais gerados nessas unidades. A infiltração de águas e as emissões de biogás em aterros sanitários têm como um dos principais elementos de controle a camada de cobertura final. O objetivo dessa pesquisa foi avaliar a infiltração de água e as emissões de CH4 em três diferentes camadas de cobertura, instaladas em uma célula experimental de aterro de resíduos sólidos, e analisar a influência da configuração construtiva, das características dos materiais e das variações climáticas nesses processos, e no potencial de oxidação CH4. A metodologia compreendeu ensaios de laboratório para caracterização dos materiais, investigação em campo, com medição de infiltração, temperatura e umidade em profundidade das camadas de cobertura e medição de emissão de biogás na superfície da célula. A estimativa de eficiência de oxidação de CH4 foi feita com base na variação da relação CO2/CH4 em perfil. Os resultados da pesquisa permitiram concluir que o comportamento em relação ao fluxo de líquidos e gases em cada camada de cobertura está diretamente relacionado às características construtivas e as variações climáticas, devido à influência dessas variáveis nas condições de saturação do solo. As camadas do tipo metanotrófica e barreira capilar apresentaram maior taxa de infiltração do que a camada convencional, e com relação às emissões de CH4, essas camadas apresentaram emissões seis vezes inferiores às da camada convencional. A camada metanotrófica apresentou uma eficiência de oxidação de CH4 três vezes superior à camada convencional e duas vezes superior à barreira capilar. O teor de matéria orgânica, pH, temperatura do solo e o conteúdo volumétrico de ar foram os parâmetros que mais se relacionaram com as maiores eficiências de oxidação CH4. A vegetação se mostrou um fator decisivo para proteção da camada de cobertura, retendo umidade, aumentando a eficiência de oxidação e reduzindo a emissão de CH4
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5291
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5799_1.pdf6.78 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.