Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5151
Título: Estudo da Recuperação do Chumbo Proveniente de Escória Metalúrgica por Flotação com Lauril Sulfato de Sódio (Lss)
Autor(es): MORAIS, Alessandra Gorette de
Palavras-chave: Recuperação do chumbo; Escória de chumbo; Flotação de chumbo; Lauril sulfato de sodium
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Gorette de Morais, Alessandra; Adolpho Magalhães Baltar, Carlos. Estudo da Recuperação do Chumbo Proveniente de Escória Metalúrgica por Flotação com Lauril Sulfato de Sódio (Lss). 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: O processo de reciclagem de baterias automotivas usadas para obtenção do chumbo secundário é realizado tradicionalmente através de processo metalúrgico que gera uma escória composta basicamente por uma mistura de ferro e chumbo. A recuperação do chumbo dessa escória é importante tanto do ponto de vista ambiental como econômico. O aspecto ambiental está relacionado à possível contaminação da água, do solo e do ar pelos resíduos do metal, desencadeando sérios riscos a saúde humana. No aspecto econômico a recuperação do metal representa uma diminuição na dependência do material importado, considerando-se que o Brasil não produz chumbo suficiente para a sua demanda. A técnica de flotação parece ser a mais adequada para a concentração das partículas de chumbo. No entanto, a origem comum das partículas de chumbo e de ferro (formadas a partir da solidificação da escória fundida) dificulta bastante a seletividade do processo de flotação com o uso de coletores tradicionais. O presente trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de um processo de recuperação do chumbo baseado no uso do coletor alternativo lauril sulfato de sódio (LSS). Observou-se que a formação do composto com o chumbo é favorecida pelo aumento do pH e do tempo de condicionamento. No entanto, as condições mais favoráveis à seletividade foram observadas em meio ácido
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5151
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Mineral

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo530_1.pdf3,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.