Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5083
Título: Simulação do perfil de temperatura da mama através de geometria substituta obtida a partir de prótese mamária externa
Autor(es): Jorge de Andrade Viana, Mariana
Palavras-chave: Simulação computacional;Geometria substituta;Termografia;Câncer de mama;Máquina de medição por coordenadas
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Jorge de Andrade Viana, Mariana; de Cassia Fernandes de Lima, Rita. Simulação do perfil de temperatura da mama através de geometria substituta obtida a partir de prótese mamária externa. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Esta dissertação simulou perfis de temperatura para uma geometria substituta da mama e validou preliminarmente os resultados simulados numericamente através da comparação dos mesmos com os termogramas de pacientes com patologias na mama. Para a formulação, necessitou-se de uma geometria tridimensional que ainda não é obtida diretamente da paciente. Fez-se, então, necessário o uso de geometrias substitutas que, nesta dissertação, foram obtidas a partir de próteses mamárias externas iguais as que são doadas pelo Sistema Único de Saúde às pacientes mastectomizadas. As medidas foram realizadas no Laboratório de Medição por Coordenadas da Universidade Federal de Pernambuco por uma máquina de medição por coordenadas. Um programa desenvolvido na Universidade Federal Fluminense extraiu os pontos que formaram as curvas dos contornos da base da mama e do seu perfil. Programas com a linguagem C++ foram desenvolvidos nesta dissertação usando o método dos mínimos quadrados e o conceito de momento de inércia na formulação digital para determinar a geometria substituta adequada à paciente em estudo. O presente trabalho termina com os resultados obtidos para estudos de caso de duas pacientes do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco para as quais foram simulados os perfis de temperatura da mama portadora de patologias (cisto, linfonodo e nódulo sólido). Um programa comercial de fluidodinâmica computacional simulou a distribuição tridimensional de temperaturas na geometria substituta. Foram realizadas análises pontuais de temperatura nas regiões saudáveis e com anormalidades a fim de verificar as diferenças entre as temperaturas resultantes da simulação e aquelas medidas nos termogramas da pacientes. O erro médio entre as temperaturas na superfície da região com anormalidades foi de 1,4 % indicando uma boa aproximação entre os resultados das simulações e dos termogramas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5083
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Mecânica

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2073_1.pdf5,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.