Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5053
Title: Estimulação diafragmática elétrica transcutânea em humanos sadios : repercussões hemodinâmicas
Authors: de Amorim Lins e Silva, Dayse
Keywords: Estimulação Diafragmática El étrica Transcutânea; Freqüência Cardíaca; Pressão Arterial; Saturação de Oxigênio; Respiração Eletrofrênica; Humanos Sadios
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Amorim Lins e Silva, Dayse; Marcelino Filho, Milton. Estimulação diafragmática elétrica transcutânea em humanos sadios : repercussões hemodinâmicas. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biofísica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: A estimulação Diafragmática El étrica Transcutânea (EDET) consiste em estimular o principal músculo inspiratório, o diafragma, através de estímulos elétricos rítmicos de curta duração aplicados no nervo frênico uti l i zando-se eletrodos de superfície com a finalidade de produzir uma respiração arti fi cial. O presente estudo se propõe em verificar possíveis alterações hemodinâmicas na freqüência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS) , pressão arterial diastólica (PAD) e saturação arterial de oxigênio (SaO2) durante e depois a aplicação da EDET, em duas regiões distintas do tórax e na base do pescoço, em humanos sadios. Participaram do estudo 15 indivíduos voluntários, do sexo femi nino, com idade entre 21 a 30 anos (60,7±9,6 Kg) . O estudo consistiu na aplicação da EDET em três regiões: base do pescoço, região paraxi fóidea e entre o 6° e o 8° espaço intercostal (EIC) na l inha axi lar média. A FC, PAS, PAD e a SaO2 foram mensuradas antes, durante e depois a aplicação da EDET em cada local de estimulação. Ao compararmos a FC nas fases antes e durante, antes e depois e durante e depois a EDET, em cada local de estimulação, veri ficamos que apenas as fases durante e depois da aplicação, tanto na base do pescoço como na região entre o 6° e o 8° EIC mostrou queda estati sticamente significativa (p < 0,05, teste t- Student pareado). A PAS apresentou queda significativa (p < 0,05) durante e depois da EDET apenas na região da base do pescoço. No entanto, não houve diferença estatisticamente significativa ao analisarmos a PAD nos locais estimulados. Em relação a SaO2, houve diferença estatisticamente significativa ao compararmos as fases antes e depois da aplicação da EDET, nos três locais estimulados, porém em todos os locais estimulados, os níveis de SaO2 ficaram superiores a 96%. Estes resultados mostram que a EDET é uma técnica que apresenta poucas repercussões hemodinâmicas podendo ser empregada em pacientes portadores de disfunção muscular diafragmática, desde que seja empregada adequadamente. Consideramos o melhor local para a aplicação da EDET a região paraxi fóidea.durante e depois da EDET apenas na região da base do pescoço. No entanto, não houve diferença estatisticamente significativa ao analisarmos a PAD nos locais estimulados. Em relação a SaO2, houve diferença estatisticamente significativa ao compararmos as fases antes e depois da aplicação da EDET, nos três locais estimulados, porém em todos os locais estimulados, os níveis de SaO2 ficaram superiores a 96%. Estes resultados mostram que a EDET é uma técnica que apresenta poucas repercussões hemodinâmicas podendo ser empregada em pacientes portadores de disfunção muscular diafragmática, desde que seja empregada adequadamente. Consideramos o melhor local para a aplicação da EDET a região paraxi fóidea
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5053
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biofísica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4446_1.pdf291.78 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.