Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4895
Título: A Politicidade da Educação no Pensamento de Paulo Freire e nos saberes dos concluintes do curso de Pedagogia
Autor(es): CAVALCANTI, Elisama Bezerra
Palavras-chave: Politicidade da educação; Estudantes; Formação inicial; Pedagogia
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Bezerra Cavalcanti, Elisama; Bezerra Machado, Laêda. A Politicidade da Educação no Pensamento de Paulo Freire e nos saberes dos concluintes do curso de Pedagogia. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: O presente estudo tem como objetivo discutir o conceito de politicidade da educação na obra de Paulo Freire, bem como identificar os conhecimentos adquiridos por estudantes concluintes, do Curso de Pedagogia, sobre esse assunto. O interesse pela realização desse estudo decorre de experiências vividas durante o curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte UERN bem como de nossa prática educativa docente. O referencial teórico de base para o estudo foi a teoria de Paulo Freire (1979), (1992), (1999), (2001c). Em linhas gerais para este autor Politicidade da Educação é algo que está na natureza da educação, é sua diretividade, a intencionalidade que a move. A metodologia utilizada para realizar o estudo é de natureza qualitativa. Por pesquisa qualitativa entendemos a que considera o universo de subjetividades, não se restringindo a dados quantitativos. Realizamos o estudo bibliográfico de parte da obra de Paulo Freire e aplicamos um questionário composto de perguntas abertas e fechadas a 95 estudantes concluintes de Pedagogia do Centro de Educação da UFPE. As respostas dos estudantes às questões propostas através do questionário foram analisadas com base na técnica de análise de conteúdo de L. Badin (1977). Todas as respostas foram lidas cuidadosamente, organizadas em categorias que resumem o conteúdo dessas respostas. Os resultados apontaram que os conhecimentos da maioria desses estudantes a respeito da temática politicidade da educação, centram-se nos seguintes aspectos: conscientização, política partidária, política de governo ou política pública. No entanto, reconhecemos que alguns poucos participantes demonstraram certa proximidade com o sentido da politicidade da educação teorizada por Paulo Freire ao afirmar que politicidade da educação refere-se a intencionalidade e não a neutralidade. Os estudantes também revelaram as diferentes fontes possíveis para obtenção de conhecimento sobre Paulo Freire e sua obra. O estudo indica que a formação inicial voltada para o exercício de práticas educativas docentes ou não, não pode descuidar de formar profissionais mais esclarecidos a respeito do caráter diretivo, das intencionalidades e influências formadoras ou não que a educação é capaz de ocasionar em nossa natureza humana inconclusa. Nossa investigação vem reiterar que a compreensão mais ampla sobre a politicidade da educação poderá contribuir, dentre outras coisas, para o exercício de práticas educativas desveladoras, formadoras e com maior grau de coerência frente a opção política assumida pelo docente tendo em vista que não existe neutralidade na educação. A pesquisa possui um valor heurístico explícito, pois abre perspectivas para maiores investigações sobre o conceito de politicidade da educação e sua aplicação prática nos cursos de formação de professores
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4895
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo930_1.pdf654,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.