Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4643
Title: O brincar em foco : um estudo sobre as representações sociais de professoras que atuam em escolas de educação infantil
Authors: FREITAS, Marlene Burégio
Keywords: O brincar; A Teoria das Representações Sociais; Educação Infantil
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Burégio Freitas, Marlene; Eliete Santiago, Maria. O brincar em foco : um estudo sobre as representações sociais de professoras que atuam em escolas de educação infantil. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: A pesquisa trata sobre as Representações Sociais de professoras de Educação Infantil e tem como categorias analíticas o brincar e a Teoria das Representações Sociais. Apoiamo-nos em Vygotsky (1991), Carvalho et al (2003), Coelho e Pedrosa (1995), Kishimoto (1993, 1999, 2001, 2002a, 2002b, 2005), Wajskop (2001) e Brougère (1998, 1999, 2001, 2002, 2004) que tomam o brincar como um fenômeno natural e cultural que historicamente a criança materializa e (re)constrói através de brincadeiras e jogos, e a Teoria das Representações Sociais, como categoria teórica e metodológica, tal como proposta por Moscovici (1978, 2003). A pesquisa foi desenvolvida com 14 professoras da rede municipal de Recife que atuam em duas escolas de Educação Infantil. Para a coleta de dados utilizamo-nos de questionário e entrevistas e da Análise de Conteúdo na perspectiva de Bardin (1977) para a análise e a interpretação. Os resultados apontaram para as categorias empíricas: o brincar natural na imagem de criança brincante; o brincar dirigido como estímulo e meio de aprendizagem; o brincar livre da criança brincante: conhecimento, expressão e sentimento e, ainda, necessidades e dificuldades de acompanhar o brincar na escola e na sala de aula. Estas categorias inter-relacionadas revelaram que existe uma imagem de criança brincante que tem o brincar como elemento natural e social como guia de conduta, que se inscreve na realidade social em formas múltiplas, a partir do que as professoras ressaltam quando se referem aos modos como ocorre e às finalidades que permeiam a relação da criança com o brincar na Educação Infantil, que se materializa no brincar livre que é meio de conhecimento, expressão e sentimento e no brincar dirigido na perspectiva de a criança aprender conteúdos de ordem cognitiva e social. A pesquisa revela também o sentimento das professoras de que sabem pouco sobre o brincar e a sua crítica sobre a maneira como o sistema escolar trata a Educação Infantil e como isto reflete no brincar, o que se mostrou como um movimento reflexivo de aproximação para uma visão do brincar como construção social
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4643
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5716_1.pdf1.12 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.