Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4600
Title: Um exame da taxa de juros real efetivamente paga no mercado financeiro brasileiro entre os anos de 1995 e 2005
Authors: Rogério Reynaldo Maia Alves Filho, João
Keywords: Taxa de juros real; Índice de preços; Política monetária
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rogério Reynaldo Maia Alves Filho, João; Chaves Lima, Ricardo. Um exame da taxa de juros real efetivamente paga no mercado financeiro brasileiro entre os anos de 1995 e 2005. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: A taxa de juros é uma das principais variáveis de interesse por parte dos agentes numa economia, sendo componente fundamental na tomada de decisões de investimento. Quanto mais elevada, menos atraentes estes se tornam. Neste sentido, o presente estudo buscou mostrar que, efetivamente, os juros reais no Brasil nunca foram tão altos quanto o governo diz que eram. Foram analisadas as taxas de juros reais associadas a diversos índices gerais de preços divulgados no país, com e sem o pagamento devido da tributação. Demonstrou-se que os juros reais acumulados entre os anos de 1995 e 2005, pagos pelo governo e recebidos pelos que adquiriram títulos federais neste período, situaram-se entre 203,69% (referente ao IGP-M / FGV) e 333,62% (referente ao IPC-SP / FIPE). A taxa de juros real acumulada, calculada através do IPCA / IBGE índice de preços oficial do país , foi equivalente a 294,37%. Quando consideramos os resultados para os ganhos devidamente tributados, encontramos que os juros reais pagos situaram-se entre: 95,48% (referente ao IGP-M / FGV) e 179,48% (referente ao IPC-SP / FIPE). A taxa de juros real acumulada, calculada através do IPCA / IBGE índice de preços oficial do país , foi equivalente a 154,09%. Ou seja, a taxa de juros real efetivamente paga difere bastante dependendo do indexador utilizado, bem como tende a ser efetivamente menor por conta quando consideramos a questão tributária
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4600
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo731_1.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.